Mostrando postagens com marcador CCDPE-ECM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CCDPE-ECM. Mostrar todas as postagens

20.8.19

NOVA EDIÇÃO DE VOLUNTÁRIOS




No dia 30 de julho publicamos no Espiritismo Comentado uma matéria sobre os lugares em que se encontravam os livros Voluntários: um estudo sobre a motivação de pessoas e a cultura em uma organização de terceiro setor". 

Dias depois recebi um telefonema da Dra. Júlia Nezu, presidente do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro, com uma proposta direta: 

- Vamos reimprimir o livro?

Estávamos na reta final da impressão do livro "O espiritismo da França ao Brasil: estudos escolhidos", mas a oportunidade era clara. Haveria trabalho para a nova reimpressão, mas boa parte dele cabia ao editor, e a nós caberia responder prontamente às demandas.

Para minha surpresa, vinte dias depois, chega uma caixa de livros trazida por transportadora. Abri os livros e eles ainda traziam aquele cheirinho de recém-impresso, que tantas pessoas apreciam. Os trabalhadores de São Paulo não "brincam em serviço".

O "Voluntários" é nossa tese de doutoramento, defendida em 2004, diante de uma banca muito dedicada e a presença de muitos amigos do meio espírita, na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - FEA-USP. 

Motivação, cultura organizacional, uma proposta de modelo para pesquisar a motivação de voluntários, como o espiritismo vê o mundo e o homem, a história da Creche Futuro, sua estrutura e organização no tempo, seus voluntários e o paradoxo da satisfação e sofrimento em seu trabalho são os principais temas do livro. 

Agora que estamos com os livros novamente no mercado editorial, quem sabe não teremos novos trabalhos acadêmicos e no meio espírita que darão sequência ao que se iniciou com esse livro?



Quem estiver no 15º Enlihpe, em Fortaleza-CE, terá acesso a este livro e ao livro com os trabalhos escolhidos do evento: O espiritismo da França ao Brasil

Título: Voluntários: um estudo sobre a motivação de pessoas e a cultura em uma organização do terceiro setor
Autor: Jáder dos Reis Sampaio
Organizadoras: Cléria Bittar e Nádia Marcondes Luz
Editora: CCDPE-ECM e LIHPE
Coleção: Espiritismo na Universidade
248 páginas
23 x 16 cm
35 reais

Pedidos: pelo e-mail contato@ccdpe.org.br e em breve pela internet no www.ccdpe.org.br


5.9.18

MUSEU HISTÓRICO, MUSEUS ESPÍRITAS.



O lamentável incêndio que destruiu as instalações do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista - cidade do Rio de Janeiro, colocou na pauta da imprensa a questão da desvalorização e da falta de valor da cultura no Brasil. Todos estamos reflexivos quando pensamos o quanto gastamos com um campeonato mundial de futebol e o quão pouco direcionamos para um Museu reconhecido internacionalmente, sob os cuidados da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Há pouco me dei conta como o meio espírita se preocupa pouco com a cultura e a memória. 

Tenho acompanhado os esforços dos diretores e trabalhadores do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro (CCDPE-ECM). Acompanhei também, há mais de uma década, a construção e entrega do Museu Espírita de São Paulo, no bairro da Lapa - SP, para a Federação Espírita Brasileira. Tenho visto também iniciativas menores, como a Casa de Chico Xavier, em Pedro Leopoldo, que funciona como casa espírita e faz a guarda de objetos pessoais, livros e documentos de Chico Xavier. 

Há uma coisa comum entre essas três iniciativas: a primeira vem de Eduardo Carvalho Monteiro, a segunda de Paulo Toledo Machado e a terceira de Geraldo Lemos Neto. São entusiastas da cultura espírita que conseguiram congregar pessoas ao seu redor visando a promover instituições diferentes das tradicionais sociedades espíritas.

Com recursos bem mais modestos que nosso incendiado museu, elas vão se mantendo apesar da pouca atenção que lhe dão os milhões de espíritas e simpatizantes no Brasil. Que será pior, o incêndio ou a indiferença?

Ainda há pouco comentei a boa, mas equivocada intenção, de uma espírita que deseja transformar a livraria dos Leymarie em lugar de memória. Em que pese a desinformação da companheira, surge uma nova questão: o Museu Espírita de São Paulo estava há um ano fechado à visitação em função das reformas, que estão fazendo aniversário. O CCDPE-ECM é mantido com um quadro de sócios, doações e eventos promovidos por seus mantenedores e não sei dizer ao certo as fontes da Casa de Chico Xavier, talvez mantida por quadro de sócios e pela editora Vinha de Luz, que vem tentando preservar a memória de Chico Xavier, publicando documentos e textos inéditos.

Peço desculpas a outras instituições claramente voltadas para a cultura espírita, que não citei aqui. Peço aos leitores que as indiquem, colocando nome, endereço, cidade e finalidade na sessão de leitores do Espiritismo Comentado.

A questão que direciona o texto é: enquanto choramos pela perda do Museu Nacional, que ações fazemos com nossos pequenos museus espíritas? Visitamos? Doamos? Desenvolvemos projetos para captação de recursos e realização de pesquisas? Fomentamos parcerias? Promovemos eventos voltados ao conhecimento do trabalho nos museus? Escrevemos livros? Publicamos revistas especializadas?

Deixo ao leitor minhas inquietações.



30.3.17

ESPIRITISMO NA UNIVERSIDADE?



Durante minha juventude ouvi os espíritas queixarem-se das universidades e centros de pesquisa não estudarem o espiritismo. Em nosso país, os recursos e infraestrutura para pesquisa em diversas áreas começaram nos anos 1940, mas foi com o aporte de recursos para o CNPq, nos anos 1970 e a criação de programas de pós-graduação que houve uma ampliação significativa deste tipo de atividade.

Quando fizemos o quarto encontro da Liga de Pesquisadores do Espiritismo em São Paulo, o professor Marco Milani traçou um "perfil da produção acadêmica brasileira com temática espírita", no período que compreende 1989 a 2006. Ele descobriu que havia 39 dissertações e 11 teses diretamente ligadas à doutrina espírita (se computados os trabalhos espiritualistas, o número cresceria bastante) Dois anos depois, o prof. Tiago Paz e Albuquerque fez um levantamento sistemático e classificou 130 teses e dissertações que tinham como tema central o espiritismo, e 246 que tratavam também como tema tangencial secundário ou de estudos comparados.

As professoras Nadia Luz Lima e Cléria Bittar Bueno saíram dos encontros com o firme propósito de fazer um livro com artigos que sintetizassem alguns desses trabalhos. Os autores, contudo, cheios de atribuições, não conseguiram atender a um calendário mínimo que tornasse o projeto viável. Questionou-se, então, por que não publicar as teses em uma coleção?

Conseguimos os recursos iniciais na Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais, que possibilitou a publicação da tese Voluntários, e aos poucos foram saindo as demais. O sexto volume da coleção, o livro "Dá-me de comer", não é tese nem dissertação, mas o fruto de pesquisas do prof. Pedro Simões, da Universidade Federal de Santa Catarina, que estudou a assistência social espírita.

A Universidade de Franca foi parceira do projeto até o quinto livro, a partir do qual, uma equipe composta das criadoras da coleção, membros do CCDPE-ECM e membros da LIHPE tem se desdobrado para dar continuidade. Desde o primeiro livro, os direitos autorais e comerciais têm sido cedidos para o CCDPE-ECM, que tem por missão a manutenção de um acervo bibliográfico e documental espírita volumoso, doado por Eduardo Carvalho Monteiro, e tem administração não remunerada.

Hoje o Voluntários e o Fogo Selvagem, Alma Domada, tese de doutorado da profa. Nadia que trata da construção do Hospital do Pênfigo de Uberaba e de Dona Aparecida, estão quase esgotados, havendo alguns raros exemplares aqui e ali.

Os demais trabalhos estão à disposição do público e podem ser adquiridos na livraria do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro http://www.ccdpe.org.br/ ou em sua distribuidora parceira, a Candeia http://www.candeia.com/





6.5.15

EXPIRA ESTE MÊS A SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA O ENCONTRO DA LIHPE - SÃO PAULO



A Liga de Pesquisadores do Espiritismo - LIHPE, está fazendo a chamada de trabalhos para o encontro de 2015, que acontecerá nos dias 29 e 30 de agosto, no auditório da União das Sociedades Espíritas de São Paulo (USE-SP).

Se você tem algum trabalho escrito, fruto de pesquisa bibliográfica ou de campo, convido-o a colocá-lo no formato proposto em http://www.lihpe.net/wordpress/?p=1450 e submetê-lo à comissão organizadora (nesta mesma página há os links de submissão). Ele será encaminhado a dois pareceristas que o avaliarão e selecionarão os melhores trabalhos para apresentação. Você receberá o resultado das análises, sigilosamente.

O tema de 2015 é "Panorama Atual das Pesquisas Científicas sobre Reencarnação". Basicamente, a coordenação do evento fez um levantamento dos artigos científicos sobre reencarnação na base Periódicos CAPES, selecionou os que efetivamente tratam do tema e dividiu-os em assuntos, uma vez que conseguiu-se dezenas de trabalhos.

Vamos apresentar temas como Reencarnação e História, Reencarnação e Medicina, além de trabalhos sobre os principais pesquisadores do fenômeno no século XX e XXI.

Pesquisas de outras temáticas podem ser submetidas, mas dar-se-á preferência ao tema central do evento. 

Agradeço todo esforço para divulgação no meio espírita e no meio universitário.

26.9.14

ASSISTA PELA INTERNET OS TRABALHOS APRESENTADOS NO 10o. ENLIHPE



O décimo Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo foi realizado em agosto passado, no Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro.  A foto acima mostra a imagem de José Herculano Pires, que foi homenageado pelo seu centenário.

Como acontece todos os anos, o site Espiritualidade e Sociedade está disponibilizando todas as apresentações de trabalhos gratuitamente para os interessados. Pode ser acessada no seguinte link: http://www.espiritualidades.com.br/Liga/10_ENLIHPE_2014/10_ENLIHPE_2014_como_foi.htm

A programação do evento foi publicada no EC neste link: http://espiritismocomentado.blogspot.com.br/2014/08/saiu-programacao-do-10o-enlihpe.html

Fico em saia justa se indicar um trabalho ou outro, mas gostaria de recomendar a conferência que o Herculaninho, filho de Herculano Pires, fez sobre a vida do pai. Imperdível.

Para quem tem pouco tempo, a jornalista Eliana Haddad fez entrevistas com os expositores, sobre os temas apresentados e outras questões mais. Confiram: http://www.ccdpe.org.br/10-enlihpe-entrevistas 

17.7.14

10o. ENCONTRO NACIONAL DA LIGA DE PESQUISADORES DO ESPIRITISMO


Nos dias 30 e 31 de agosto faremos o 10o. Encontro da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (10o. ENLIHPE), na sede do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro, em São Paulo.

Como o CCDPE não fica em área comercial, os organizadores do evento contratam um buffet para fornecer café da manhã, almoço e lanches. Além disso o participante recebe uma pasta com a programação e material de notas, além de um livro. Falo isso porque a taxa de inscrição deste ano foi definida em 120 reais, mas custeia tudo isso no pacote.

Nos últimos anos, o participante recebia o livro dos trabalhos do último evento. Este ano, graças ao empenho do coordenador do evento, o livro conterá os trabalhos do 9o. e 10o. ENLIHPEs.

Ainda não fechamos a programação, mas posso adiantar que teremos trabalhos de um grupo de pesquisas da Universidade Federal de Uberlândia, que se intitula "Ciência do Invisível", e que vai tratar de temas ligados à filosofia grega (principalmente Platão) e ao espiritismo.

Teremos um trabalho que contextualiza os textos de Machado de Assis sobre (geralmente contra) o espiritismo, fruto da dissertação de mestrado em história da Elaine Maldonado.

Está programado um trabalho sobre a filosofia de Herculano Pires, e uma homenagem a ele, considerando que estamos comemorando 100 anos do seu nascimento, o que nos dá uma bela desculpa para recordar seu imenso trabalho.

O Dr. Alexandre Fonseca tem dois trabalhos de análise do emprego dos conceitos da física e do espiritismo por dois autores muito conhecidos pelo movimento espírita: Pietro Ubaldi e Hernani Guimarães Andrade.

Estou preparando uma conferência com base nas leituras que venho fazendo dos textos dos primeiros cristãos (dos primeiros três séculos, nos quais o cristianismo era visto como uma forma de ateísmo pelos romanos, e muitas vezes perseguido).

Assim que tivermos mais detalhes, como a inscrição pela internet, a programação completa, entre outros, volto a divulgar. Reservem suas agendas e venham ter conosco. O evento é aberto a quem se interessar.


3.10.12

O ESPIRITISMO VISTO PELAS ÁREAS DE CONHECIMENTO ATUAIS



Sumário

Uma análise espírita da obra "A Física da Alma" de Amit Goswani - Alexandre Fontes da Fonseca

Conjectura e proposta experimental para detecção de movimentos de fluidos nas cercanias de médiuns de efeitos físicos - Ademir Xavier

As narrativas de vida nas rodas de conversas com mulheres na educação de adultos: um lugar privilegiado de produção de saber na perspectiva espírita - Ângela Linhares, Aldenora Guedes, Francisco Antônio Barbosa Vidal e Benedito Dagno Moreira

Espiritismo e engajamento político - Sinuê Neckel Miguel

Diálogos e ritmos: em busca de uma ideia de sujeito (na perspectiva espírita) no trabalho com juventudes - Ângela Linhares, Gardner Assis e Josael Jario Santos Lima.

Investigando relações entre voluntariado e contexto sociocultural numa instituição espírita: contribuições da fenomenologia - Yuri Elias Gaspar e Miguel Mahfoud.

O espiritismo em teses e dissertações: um mapeamento da produção acadêmica brasileira - Tiago Paz e Albuquerque

O espiritismo na mídia: uma análise de conteúdo na maior revista semanal do Brasil de 1968 a 2010 - Marco Antonio F. Milani Filho e Kátia Penteado

Memória de uma jornada - Jáder dos Reis Sampaio


1.9.12

VOCÊ PERDEU O 8o. ENLIHPE? ASSISTA ÀS APRESENTAÇÕES DE TRABALHOS.





O 8o. ENLIHPE foi um momento especial este ano. Seu formato difere um pouco dos eventos espíritas, e se aproxima dos eventos acadêmicos, ou seja, pouco tempo para a exposição, o que exige síntese dos apresentadores e algum tempo para os debates e comentários, após cada trabalho.

Os trabalhos são escritos e avaliados antes do evento, ou seja, os autores já chegam com um comentário e sugestões feitas por uma comissão de avaliação. Eles são inéditos e cada ano que passa estão chegando mais interessantes e originais.

Outra questão importante, aos poucos o ENLIHPE está aproximando pesquisadores das diversas partes do Brasil. Uma das metas para o ano de 2013 é a organização de pelo menos um encontro regional. Vamos fazer em Minas Gerais? Nós já fomos sede de um encontro nacional, falta apenas uma equipe que se disponha a auxiliar na organização e um auditório capaz de comportar pelo menos cem pessoas.

Ficou curioso? O site Espiritualidade e Sociedade, mantido pelo amigo e colega de LIHPE Maurício Brandão, filma e disponibiliza na internet todos os anos o evento. Ele está editando e já publicou pelo menos cinco trabalhos. Confira no endereço:

15.8.12

CCDPE-ECM LANÇA OBRA DE RIVAIL (ALLAN KARDEC)



Uma Paixão de Salão é uma peça escrita pelo Prof. Rivail em parceria com N. Gallois, antes de ter contato com os fenômenos espíritas e médiuns. Os originais foram obtidos por Jorge Damas e Eduardo Carvalho Monteiro, traduzidas e impressas sob a responsabilidade do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa - Eduardo Carvalho Monteiro (CCDPE-ECM).

Este é mais um lançamento que acontecerá no próximo sábado, no 8o. Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (8o. ENLIHPE). Confiram!

LIHPE E CCDPE LANÇAM NOVO LIVRO NO 8o. ENLIHPE




O 8o. Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo está chegando e com ele virá a mais nova publicação do grupo, em parceria  com o Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro. O livro  traz uma seleção dos melhores trabalhos do último encontro e do terceiro encontro, que ocorreu em Belo Horizonte, ainda com a presença do Eduardo, que desencarnou em 2005.

Este livro é o quarto da série "Pesquisas Brasileiras sobre o Espiritismo", que tem o mesmo objetivo: divulgar trabalhos de diferentes áreas do conhecimento (física, história, psicologia, etc.) que tratam de temas de interesse do espiritismo (mediunidade, reencarnação, movimento espírita, gestão de sociedades espíritas, história do espiritismo, filosofia do espiritismo, etc.)

Os interessados podem adquirir toda a série no CCDPE-ECM durante o evento. Quatro dos autores do último livro já confirmaram presença. Quem desejar participar do ENLIHPE pode obter informações no site http://ccdpe.org.br



15.7.12

8o. ENCONTRO NACIONAL DA LIGA DE PESQUISADORES DO ESPIRITISMO

 


Chegamos à oitava edição do Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo - ENLIHPE. Este evento ganhou um perfil diferenciado dos encontros de divulgação do espiritismo por diversas razões:

1. É uma tentativa de aproximação e intercâmbio dos membros da LIHPE, que durante o ano apenas têm contato via internet.

2. Com o passar dos anos, tornou-se um espaço para apresentação de trabalhos desenvolvidos nas universidades ou com rigor acadêmico em sua concepção.

3. Como um congresso, os trabalhos são apresentados e discutidos brevemente pela assistência.

4. Como faz chamada de trabalhos, temos descoberto novos pesquisadores, novos trabalhos e novos talentos, que passam despercebidos ao movimento espírita ou ficam trabalhando isolados nas universidades.

5. Como um evento seminal, ele inspirou a criação da coleção "Espiritismo na Universidade", pelas Dras. Cléria e Nadia, da UNIFRAN (Universidade de Franca).

6. Ele possibilita uma reunião administrativa anual, na qual traçamos os objetivos de trabalho para o ano seguinte.

7. É possível conhecer o Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro e seu acervo. Esta instituição cresce e se estrutura ao longo dos anos. http://www.ccdpe.org.br/

8. A livraria do CCDPE sempre se estrutura para receber os participantes com livros de interesse à pesquisa, publicados por diversas editoras. Há diversos livros que são difíceis de ser encontrados, como os que foram escritos por Eduardo Carvalho Monteiro e são cuidadosamente divulgados pela instituição que abriga o evento.

9. Anualmente temos conseguido lançar um livro com uma seleção dos melhores trabalhos apresentados do ano anterior. Este ano estamos trabalhando intensamente para o lançamento do livro "O espiritismo nas ciências contemporâneas: textos selecionados dos 3o. e 7o. Encontros Nacionais da Liga de Pesquisadores do Espiritismo (LIHPE)"

10. O ENLIHPE tem atraído congressistas de diversos estados do país e do interior de São Paulo: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Goiás e Piauí são alguns dos estados que já prestigiaram o evento.

11. Geralmente o encontro é prestigiado pela imprensa espírita que participa ativamente, entrevista, questiona as mesas e conferencistas, grava e dá visibilidade ao trabalho.

12. Das áreas de conhecimento, temos recebido trabalhos na fronteira entre o espiritismo e a física, a psicologia, a educação, a história (que já tem um grupo muito forte no ENLIHPE), as letras, a comunicação social e as ciências sociais. Este ano teremos trabalhos relacionados à música, à medicina e a demografia, além de diversas das áreas já tradicionais. Em outras palavras, é um encontro temático e transdisciplinar, que promove o diálogo entre áreas de conhecimento estabelecidas em torno do espiritismo.

13. O ENLIHPE tornou-se também um espaço de referência para o lançamento de novos livros, para conseguir autógrafos com os autores e conversar com eles.

14. Infelizmente não é um evento gratuito, pelas despesas de organização que envolve e a dificuldade em conseguir patrocínio para um encontro desta ordem (embora haja esforços para tal). Ele demanda do participante uma taxa de inscrição e de almoço (que atende a onívoros e vegetarianos, com qualidade).

Transcrevo abaixo alguns dados publicados pelo site do CCDPE sobre o evento e peço ajuda de todos na divulgação do mesmo.



 

 8º Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo.

Data: 18 (sábado) e 19 (domingo) de agosto de 2012 – São Paulo – SP
Informações:
(11) 5561-5443 begin_of_the_skype_highlighting (11) 5561-5443 end_of_the_skype_highlighting - (11) 9983-8425 begin_of_the_skype_highlighting (11) 9983-8425 end_of_the_skype_highlighting (vivo) ou (11) 5135-7009 begin_of_the_skype_highlighting (11) 5135-7009 end_of_the_skype_highlighting (tim) c/ Márcia.
e-mail: 8enlihpe@ccdpe.org.br
Valor de inscrição e dados bancários:
Taxa de Inscrição: R$ 50,00 até o dia 15 de julho 2012, após R$ 60,00
O valor deve ser depositado na conta corrente CCDPE:
Banco Itaú – Agência 0745 – Conta corrente 60.000-7
O comprovante de pagamento você pode enviar por aqui ou para o e-mail 8enlihpe@ccdpe.org.br
Local:
Sede do CCDPE-ECM – Alameda dos Guaiases, 16 – Cep: 04079-010- Planalto Paulista – São Paulo – SP
Condução Gratuita:
Condução gratuita entre o Metrô Praça da Árvore e CCDPE.
Horários de saída: sábado e domingo: 7:30-8:00-8:30 e 9:00h
Fone motorista (11) 8229-0241 begin_of_the_skype_highlighting (11) 8229-0241 end_of_the_skype_highlighting
Almoço:
O valor do almoço será de R$ 15,00/por dia, por pessoa (bebida e sobremesa inclusas)

24.1.12

COMO FOI O 7o. ENLIHPE?


O site do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo está atualizado e cada vez mais rico.

Para quem se interessou pelo ENLIHPE e ainda não o conhece, foi feita uma reportagem fotográfica dos conferencistas, organizadores, eventos e lançamentos de livros, objetiva, clara e compreensiva.

Acesse o site do Centro de Cultura http://www.ccdpe.org.br/ e desça duas matérias para ver o que aconteceu em 2011.

31.7.11

O 7o. ENLIHPE ESTÁ CHEGANDO



O Sétimo Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo ocorrerá nos dias 20 e 21 de Agosto, em São Paulo - capital.

O tema deste ano é "Espiritismo e Ciência: Objetos, Fronteiras e Métodos de Investigação".

Local do evento: Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro. Alameda dos Guaiases, 16 - Planalto Paulista, São Paulo.

As inscrições estão abertas e são limitadas. Podem ser feitas pelo e-mail

7enlihpe-inscricao@ccdpe.org.br




Taxa de inscrição: 50,00

Depósito Banco Itaú, agência 0745, c/c 60.000 - 7 em nome do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo Eduardo C Monteiro. Enviar comprovante pelo e-mail acima.

Informações pelos fones 11 - 5072.2211(secretaria ccdpe) e 11 - 5561.5443 e 11 - 9983.8425 com Márcia Carvalho Monteiro

Trabalhos Escolhidos.

Serão apresentados de trabalhos que foram previamente inscritos e selecionados por uma comissão avaliadora. Os temas e autores serão divulgados em breve.

Divulgação de Livros:


Durante o evento serão lançados e divulgados os seguintes livros:





O Espiritismo visto pelas áreas de conhecimento atuais é uma seleção de trabalhos apresentados no 6o. Encontro Nacional da LIHPE. Trata de temas na fronteira entre o espiritismo e a física, a política, a sociologia, a psicologia, o jornalismo, a educação de jovens e adultos e também um novo levantamento de teses e dissertações de temática espírita defendidos no Brasil.




O movimento espírita pelotense, escrito pelo historiador Marcelo Freitas Gil, da LIHPE, usa dos recursos da História Cultural para compreender a origem e constituição do movimento espírita de uma das cidades que tem pouco menos de 6% de espíritas que se declararam como tal ao censo.


É possível usar o instrumental das ciências naturais para se pesquisar fenômenos espirituais? Esta pergunta é a base do trabalho de Alfred Russel Wallace, naturalista conhecido pela sua teoria da evolução das espécies, em parceria com Charles Darwin. Wallace detêm-se no pensamento de David Hume, cujos argumentos contra a possibilidade da pesquisa dos milagres influenciou gerações de filósofos posteriores. Wallace também discute a posição filosófico-histórica que situa a crença em espíritos em sociedades primitivas, criando, assim, um óbice à sua adoção por homens considerados civilizados ou modernos.
 
É a primeira tradução para o português que temos notícia, o que incentivou a editora a lançá-lo mais de um século depois de escrito, dada a sua atualidade e importância.
 
 
Os primórdios do espiritismo em Goiás, foi escrito pelos irmãos Airton e Eurípedes Veloso, mineiros radicados no estado goiano e trabalhadores da Federação Espírita do Estado de Goiás. O livro é o primeiro que integra a série "Memória Espírita do Estado de Goiás" e segundo o segundo autor é "uma peça do  memorial representado pela LIHPE". Os autores participaram do ENLIHPE e utilizaram sua formação em história e seu conhecimento do movimento goiano para produzirem este belo trabalho.
 
Outras Informações:
 
Mais informações podem ser obtidas no site www.ccdpe.org.br, inclusive preços de hotéis indicados para os participantes que vêm de fora de SP.

 


2.10.10

SITE ESPIRITUALIDADES LANÇA VÍDEOS COM ENTREVISTAS DO 6o. ENLIHPE





O site Espiritualidade e Sociedade publicou uma série de vídeos com entrevistas dos participantes e expositores do 5o. e 6o. Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo.

Você pode acessar o site no endereço http://www.espiritualidades.com.br/ e acessar todos os vídeos. Alguns já se encontram no You Tube como este acima http://www.youtube.com/watch?v=j29dFuIWkeY que faz uma rápida cobertura do momento artístico da abertura do ENLIHPE (mais ou menos 90 segundos) apresenta a fala da Júlia Nezu aos participantes, que mostra a construção do Centro de Cultura e uma entrevista comigo, tratando dos eventos do ENLIHPE em geral. Confiram!

14.8.10

CONHEÇA O LIVRO QUE SERÁ LANÇADO NO 6o. ENLIHPE

Clique na imagem para ampliar



Está no prelo o livro "A Temática Espírita na Pesquisa Contemporânea: Textos Selecionados" que será lançado no 6o. Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo.

Fruto da parceria continuada entre Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro (CCDPE-ECM) e da LIHPE, ele traz trabalhos selecionados do 5o. Encontro Nacional da LIHPE.

O livro trata das perguntas abaixo e muitas outras:

Quais são as satisfações que um voluntário vivencia no trabalho espírita?

Um voluntário pode apresentar sofrimento psicológico em decorrência de seu trabalho?

O que é governança corporativa?

A Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas apresentava governança corporativa?

Humberto de Campos deixou "marcas comprobatórias" da sua identidade na obra psicografada por Chico Xavier? Quais seriam?

O que é evolução criativa em Henri Bergson, filósofo francês?

Há proximidades entre o pensamento de Bergson e o pensamento espírita?

Kardec é apenas um organizador das comunicações dos espíritos ou fez um programa de pesquisas? Que metodologia ele utilizou?

Como era a ação sócio-educativa de Anália Franco? Pode-se dizer que era uma mulher à frente do seu tempo?

Como Inácio Ferreira fazia psiquiatria no Sanatório Espírita de Uberaba?

Qual o papel da médium Maria Modesto Cravo nos estudos de Inácio Ferreira?

Qual foi o impacto internacional dos trabalhos de Inácio Ferreira?

A fé tem um papel na psicoterapia?

Qual é o trabalho da Associação Brasileira de Psicólogos Espíritas (ABRAPE)?

O que era discutido no Jornal "A Evolução", no Rio Grande, fundado em 1892? Qual foi sua atuação junto ao movimento espírita da época?

Prestigie o Projeto da LIHPE-CCDPE e adquira o livro.

Em breve à venda no site http://www.ccdpe.org.br/

Preço: 28 reais

Promoção para os participantes do ENLIHPE: 18 reais

Livrarias e Centros Espíritas: 30% de desconto

Distribuidores, autores, Clubes do Livro e membros da Liga de Pesquisadores do Espiritismo que participaram da pré-venda - Entrar em contato.

3.6.10

SAIBA ONDE COMPRAR O VOLUNTÁRIOS E O PESQUISAS EM BH


___________________________________
ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER - AECX
Rua Coronel Pedro Jorge 314 - Prado -BH
Telefone: 31-3334-5787 (Altair ou Dirley)

GRUPO DA FRATERNIDADE IRMÃ SCHEILLA - GFEIS
Rua Aquiles Lobo 52 - Floresta - BH
Telefone: 31-3226-3911 (Madalena)

GRUPO DA FRATERNIDADE ALBINO TEIXEIRA - GEFRATER
Rua dos Aeroviários, 154 - Liberdade (Aeroporto)
Telefone: 31-3441-8545

GRUPO ESPÍRITA LARES UNIDOS - GELU
Rua Itália 174 - Nações Unidas. Sabará - MG

LIVRARIA QUIXOTE
Rua Fernandes Tourinho 274, Savassi - BH
Telefone: 3227-3077
__________________________________________________________


EM SÃO PAULO OU PELA INTERNET

___________________________________________________

CENTRO DE CULTURA, DOCUMENTAÇÃO E PESQUISA DO ESPIRITISMO - EDUARDO CARVALHO MONTEIRO - Livraria Virtual
São Paulo - SP

EDITORA EME
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1080 - Vila Fátima
Capivari - SP
Telefone: 19-3491-7000


19.5.10

VOLUNTÁRIOS EM SÃO PAULO


No último final de semana fizemos uma viagem de divulgação do Voluntários em São Paulo.

O primeiro compromisso foi no CCDPE, que sediava a reunião da USE (União das Sociedades Espíritas de São Paulo) Regional São Paulo. Agradecemos ao Luiz Fernando (presidente) e ao Jeferson Betarello (diretor do Departamento do Livro) pela acolhida.



No domingo estivemos no Grupo Espírita Batuíra. A casa foi erigida por Spartaco Ghilardi, cuja influência era patente. Na foto acima vemos Pedro Nakano, Luiz Fernando, Geraldo Ribeiro, Jáder, Júlia Nezu e Marco Milani à frente da entrada do GEB.




A comunidade do Batuíra prestigiou o evento, e se interessou pela palestra que tratava do voluntariado espírita, tema de sua vivência cotidiana, dada a dedicação deste grupo para com as pessoas em geral.



Mais uma foto da comunidade do Batuíra.


No Seara Bendita fomos recepcionados pela direção, que se fez atuante e presente.


Uma foto dos seareiros, em pleno sábado à noite.
Os eventos foram importantes para sensibilizar o movimento espírita para o apoio devido ao Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo, bem como para apresentar a proposta da Coleção Espiritismo na Universidade. Aguardemos o futuro.
Uma entrevista sobre o lançamento pode ser lida em http://www.espiritualidades.com.br/Liga/Liga_not_diversas/livro_voluntarios_lancamento_Jader_sp.htm

26.8.09

LIVRO APRESENTA PESQUISAS BRASILEIRAS SOBRE O ESPIRITISMO - SP




Está no prelo o livro "Pesquisas sobre o Espiritismo no Brasil: Textos Selecionados". Está sendo feita a pré-venda do livro pela Comissão Organizadora do 5o. ENLIHPE.


O preço de capa é de 25 reais. Para quem comprar ou encomendar o livro para retirar no 5o. ENLIHPE ele sai a 17 reais.

Quem quiser receber em casa paga também a taxa de correio, que está em torno dos 5 reais, o envio normal.

Vendas para livrarias, Centros Espíritas, Distribuidores e Clubes do Livro Espírita: Preços promocionais.

Pedidos para o Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro, aos cuidados de Edson Santiago ou Wanda Guerreiro. Endereço: Alameda dos Guaiáses, nº 16 – Planalto Paulista – São Paulo/SP Fone: (011) 5072-2211

Pode ser feito depósito ou transferência pela internte para conta bancária no Brasdesco. Informações no CCDPE: 5enlihpe@ccdpe.org.br

Segue aos interessados a introdução do livro, com uma apresentação rápida dos temas e autores.


"O Brasil é o país com o maior número de pessoas afiliadas a sociedades espíritas em todo o mundo. No último censo, há quase dez anos, 2,2 milhões de pessoas se declararam espíritas ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e este segmento apresentou a maior média de escolaridade (9,6 anos de estudo). Simpatias à parte, quando se constata que o movimento espírita tem mantido seu percentual da população em nosso país nos últimos 50 anos, enquanto diminuem os que se declaram católicos e aumenta vertiginosamente os que se declaram evangélicos ou sem religião, era de se esperar que a Universidade Brasileira ficasse curiosa quanto ao Espiritismo em três vertentes: o movimento espírita, os fenômenos espíritas e a filosofia espírita.

Infelizmente, são recentes os estudos sobre a primeira vertente. Apenas um grupo de pesquisa do banco de dados do CNPq em todo o país apresenta a palavra Espiritismo como linha de pesquisa (três são encontrados com alguma menção ao Espiritismo em suas bases), nenhum apresenta o termo filosofia espírita, ou história do Espiritismo como objeto de estudo, nem mesmo nas universidades que apresentam cursos de ciências da religião. Não é curiosa esta negligência para um fenômeno social tão relevante para o entendimento da brasilidade, ou, até mesmo do ser humano?

Apesar da falta de visibilidade pesquisas têm sido realizadas no Brasil, seja na Universidade, seja fora dela. A antropologia tem sido o campo de conhecimento que mais se interessou pelo Espiritismo como manifestação cultural e social, e o tema parece ter se legitimado com o interesse da Escola Francesa, que tem realizado trabalhos sistemáticos, como é o caso de Marion Aubrée e François Laplantine. Aqui e ali surgiram trabalhos na Física (isto mesmo, Física), na Administração, na Medicina e em outros campos do conhecimento, mas são iniciativas isoladas e motivadas por interesse pessoal.

Como o movimento espírita se interessa pelos trabalhos acadêmicos, há cerca de dez anos surgiu uma iniciativa de um psicólogo interessado pela preservação da memória do movimento. Eduardo Carvalho Monteiro foi convidando e agrupando pessoas interessadas no Espiritismo, não necessariamente espíritas, e propôs a criação de uma associação virtual (Liga de Historiadores e Pesquisadores Espíritas - LIHPE), que ganhou corpo com a iniciativa de Milton Piedade ao fundar-se um grupo virtual na internet para o intercâmbio entre interessados no Brasil e no Exterior. Do grupo vieram as reuniões presenciais, iniciativas de apoio a publicações, parecerias com periódicos espíritas e outras ações de divulgação do conhecimento, mas seguramente o projeto mais audacioso foi a fundação do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo, que com a desencarnação de seu idealizador e principal doador do vasto acervo bibliográfico e documental, recebeu seu nome como justa homenagem.

Como instituição para-acadêmica, semelhante a tantas outras no exterior, o CCDPE tem apoiado as iniciativas de produção de conhecimento e mesmo ante a escassez de recursos, não tem se furtado a apoiar a publicação, a oferecer o espaço físico para iniciativas consistentes com seus objetivos e nos últimos anos tem sido a sede do Encontro Nacional da LIHPE e colocou toda a sua equipe de apoio à disposição da organização do evento. Este livro é uma das iniciativas conjuntas entre LIHPE e CCDPE e compreende uma seleção de trabalhos apresentados no evento de 2008.

O evento abriu espaço para a inscrição de trabalhos, e sua localização possibilitou uma grande presença de pesquisadores paulistas, mas também de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Bahia. A divulgação dos temas aceitos atraiu jovens pesquisadores que estavam com seus projetos de pesquisa ainda incipientes, mas que participaram ativamente das discussões dos trabalhos apresentados. Um destes jovens pesquisadores foi o italiano Reginaldo Cerolini, que posteriormente teria seu trabalho de pós-graduação aprovado na Universidade de Bologna.

O intercâmbio pessoal, que tanto valorizamos em Minas Gerais, catalizado pela apresentação da relação de teses e dissertações que tratam de Espiritismo, apresentada pelo doutorando Marco Milani, da USP, gerou uma iniciativa de um grupo de pesquisadores atualmente na Universidade de Franca, de publicar teses e dissertações que tratam do Espiritismo. Neste momento, três livros estão no prelo e serão lançados no 5º. ENLIHPE, em setembro de 2009. Esta iniciativa fortalecerá o Centro de Cultura.

Neste pequeno livro, o leitor encontrará inicialmente um levantamento das teses e dissertações de mestrado e doutorado com temática espírita, produzidas entre 1989 e 2003 que ficaram registradas nos arquivos da CAPES (Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Não é uma lista exaustiva, mas muito criteriosa e o autor está aceitando indicações de trabalhos que estejam fora da sua estratégia de pesquisa, mas que contemplem sua intenção de registrar e informar.

O segundo capítulo trata da intolerância contra o Espiritismo. Ao contrário do que se imagina, este tema abre novas possibilidades de compreensão da trajetória do pensamento espírita, porque traz à luz o que está no porão da História. Em seu nascimento e ao longo dos anos o movimento espírita de diversos países sofreu agressões e pressões que não se resumem ao democrático exercício da crítica.

O terceiro capítulo, escrito por um pesquisador independente, é um estudo de revisão das obras de Claude Bernard, com alguma incursão em seus comentaristas. Paulo Henrique surpreende a Universidade Brasileira, que hoje ensina que o médico francês é uma das grandes expressões do século XIX na defesa de uma medicina sem o conceito de fluido vital. Ele mostra como Bernard era um vitalista a sua moda, ou seja, não rejeitou jamais esta teoria, apenas seus excessos e nunca reduziu a fisiologia ao estreito paradigma naturalista da físico-química.

O quarto capítulo vem de um jovem escritor baiano, que dedicou anos de estudo e trabalho à recuperação de fontes pouco conhecidas da médium Yvonne A. Pereira. Entrevistas radiofônicas e jornalísticas de periódicos espíritas de pequena circulação foram compulsados, o que lhe deu uma bagagem interpretativa e a possibilidade de um olhar inovador sobre sua obra.

No quinto capítulo o leitor encontrará outra análise expressiva de um outro ator importante ao movimento espírita. Este trabalho de Flávio Tavares sobre seu pai, Clóvis Tavares, ex-militante do partido comunista, convertido ao pensamento e à ação social espírita, é uma espécie de diálogo (talvez um desabafo) contra uma dissertação de mestrado defendida no conhecido CPDOC da Fundação Getúlio Vargas, que conta uma história após a qual uma de suas principais fontes, a mãe de Flávio, não reconhece seu discurso gravado e transcrito, mas implacavelmente interpretado à moda do escritor.


O sexto capítulo, escrito pela Professora Nadia Lima, da Universidade de Franca, é um retorno no tempo à Uberaba de Chico Xavier, na qual uma auxiliar de enfermagem e um grupo de simpatizantes do Espiritismo fundam a partir de uma decisão médica de se colocar na rua portadores de pênfigo foliáceo. A mestre em História, influenciada pela Nova História Cultural, trata de uma lacuna curiosa da História da Saúde, simpática aos grandes médicos, às decisões e políticas de âmbito nacional e aos grandes empreendimentos; uma história faraônica, que no seu silêncio despreza as minorias sem voz.

O sétimo capítulo, escrito por Adolfo Mendonça da mesma região da Profa. Nadia é calcado na proposta de se fazer uma narrativa analítica da vida de José Marques Garcia, ao redor do qual se vê o renascimento do movimento espírita de Franca em uma concepção não apenas experimental ou mediúnica. Apesar de sucinto, possibilita ao leitor informado uma análise transversal com outros atores importantes e de outras localidades geográficas do movimento espírita brasileiro, como Bezerra de Menezes, Batuíra e Guilherme Taylor March, cujos estudos mais conhecidos no ambiente acadêmico focalizam muito a efervescente capital do império que se torna república e talvez pontualmente a mineira Sacramento de Eurípedes Barsanulfo.

O oitavo capítulo, oriundo de uma dissertação de mestrado em Literatura, faz uma esforço de hermenêutica de algumas crônicas de Irmão X, que são associadas ao conhecido processo de 1944, movido pela viúva do escritor Humberto de Campos contra Chico Xavier. Alexandre Caroli Rocha, hoje doutor, desvenda o olhar testemunhal do autor espiritual sobre o processo, que usa dos seus vastos recursos de escritor para comentar em crônicas e contos, e talvez discutir com o médium e a sociedade de sua época os fatos que marcariam o futuro das ações movidas na justiça contra médiuns no Brasil.

O nono capítulo é mais uma peça do quebra-cabeças do Espiritismo Brasileiro no início do século XX. Alexandre Ramos se debruça sobre a noção de caridade e a construção de abrigos espíritas para a infância, tendo como ator importante na sua constituição Leopoldo Cirne, e como pano de fundo as relações entre o movimento espírita e a igreja católica. Cirne é outro personagem pouco conhecido, seja pelo movimento espírita, seja pelos historiadores, pelos primeiros possivelmente pelo roustainguismo que polarizou e polariza espíritas ainda nos dias de hoje Brasil afora.

O décimo capítulo conclui esta seleção de trabalhos com um estudo de caso sobre as ações mais contemporâneas do jornal Correio Fraterno na preservação da memória. Izabel Vitusso,, atual editora do jornal, também não se furta a tratar da constituição do Correio e de sua experiência pessoal, memórias que remontam à infância uma vez que Raymundo Espelho foi um dos trabalhadores silenciosos da manutenção ininterrupata de um periódico de quarenta anos de idade, de uma das cidades satélite da capital de São Paulo.

Apesar de prejudicado pelo pouco espaço concedido por um dos organizadores do evento (mea culpa) aos autores, e inegavelmente simpático ao movimento espírita, apesar do esforço de seus autores no respeito à metodologia alcunhada científica de pelo menos quatro campos diferentes do conhecimento, o livro abre perspectivas, inicia diálogos e funciona como um sinal de que o desdém e o preconceito contra o estudo do Espiritismo está mudando e a Universidade Brasileira está se interessando por uma minoria brasileira e uma forma de conhecimento que institucionalizou-se e insiste em prosseguir sua trajetória há muito mais que um século."

25.6.09

5o. ENCONTRO DA LIGA DE HISTORIADORES E PESQUISADORES ESPÍRITAS


Estão abertas as inscrições para o 5o. ENLIHPE, que será realizado no Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro, em São Paulo - SP.

O encontro visa a dar visibilidade aos trabalhos em curso realizados em ambiente acadêmico que tangenciem temas de interesse do movimento espírita. Ele incentiva também a publicação e apresentação de trabalhos ligados à recuperação da memória do movimento espírita, objetivo que mobilizou o fundador do CCDPE, Eduardo Carvalho Monteiro, e que fez nascer a Liga de Historiadores e Pesquisadores Espíritas.

No ano passado tivemos a presença de docentes, alunos de graduação e pós-graduação realizando trabalhos na área, além de pesquisadores independentes do movimento espírita. Do encontro surgiu o esforço para a publicação de teses com a temática exposta, pela equipe da Universidade de Franca, houve debates com a presença de membros de universidades de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná, que mostraram que há interesse de muitos graduandos e pós-graduandos em fazer seus trabalhos em diferentes áreas do conhecimento relacionados à temática do encontro. Tivemos a presença de pesquisador italiano (Reginaldo Cerolini) que me enviou recentemente sua tese, sobre o Espiritismo que já foi ou será defendida em breve. A USE-SP e a União Espírita Mineira marcaram presença, apoiando a realização do evento.

Com a adesão em massa dos convidados pela comissão organizadora, não haverá inscrição de trabalhos no 5o. Encontro.

O CCDPE não dispõe de um auditório grande, razão pela qual as vagas são bastante limitadas. Faça sua inscrição e assegure sua participação neste evento que tem tudo para possibilitar uma troca imensamente rica entre os participantes.

Data: 26 e 27 de setembro de 2009.
Horário: Sábado 8:30 às 18:30 horas, Domingo 08:00 às 13:00 horas
Local: Alameda dos Guaiases 16, Planalto Paulista.

Assunto Central: A Temática Espírita na Pesquisa Contemporânea

Objetivos do Encontro:

• Incentivo à produção de trabalhos nas áreas da recuperação da memória do movimento espírita e da pesquisa científica espírita.

• Intercâmbio e troca de idéias entre os trabalhadores espíritas que vem realizando projetos nas áreas.

•Discussão e disseminação de ações e técnicas que possibilitem melhoria na conservação da memória do movimento espírita local e regional.

• Construção de estratégias para desenvolvimento de centros de excelência e apoio à pesquisa com temática espírita.

Presenças já confirmadas:

Astrid Sayegh
Alexander Moreira-Almeida
Ana Catarina Araújo Elias
Dora Incontri
Alessandro Bighetto
Nadia Luz Lima,
Marco Milani
Ercília Pereira Zilli Tolesano
Samantha Lodi
Flávio Mussa Tavares
Angélica Almeida
Alexandre Caroli Rocha,
Alexandre Machado Rocha
Jáder dos Reis Sampaio
Paulo Henrique Figueiredo

Inscrições http://www.ccdpe.org.br
Valor: R$50,00

Apoio: Jornal Correio Fraterno

24.5.09

DESENCARNA LUIS SCHVARTZ

Julia Nezu, o marido (assentado) e Luis Schvartz

Recebi ontem de Pedro Nakano a informação da desencarnação de Luis Schvartz, diretor de patrimônio do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro. Transmito suas palavras:
"Desencarnou hoje, sábado, 23 maio 2009, assistindo o "Curso de Gestão de Centro Espírita" no CCDPE. Estudioso de grande valor, Expositor muito querido da Área de Ensino da Feesp, atualmente Expositor e Diretor do CCDPE-ECM muito colaborou com a nossa Diretoria."
O que posso dizer ao leitor é que conheci Luis no 4o. ENLIHPE, sempre presente, entusiasmado e participante. Ao questionar (apropriadamente) um dos expositores, ficou imensamente preocupado em não ter ofendido ou gerado conflito. Após ver seus olhos, o que pude pensar é que se tratava de uma alma boa e generosa.
Luis nos antecedeu na grande viagem. Estamos em lágrimas, como quem acompanha um amigo querido que se muda para um país distante, mas desejosos de que a viagem lhe seja plena e memorável.