6.9.07

Desencarna Martins Peralva


Foi sepultado às 14:00 horas do dia 05 de setembro de 2007, no cemitério Parque da Colina, o escritor espírita José Martins Peralva.

Muitas foram as vezes em que vi Peralva representando a União Espírita Mineira em eventos espíritas, mas algumas vezes, na intimidade, encontrava-o no consultório de meu pai, sempre gentil, sempre presenteando-o com trabalhos e livros, especialmente os então recém-publicados por Chico Xavier.

Ainda esta semana tive em mãos um trabalho autografado por ele, dado a papai após um evento no estado do Rio de Janeiro.

Os feitos, cargos e realizações, o leitor deste blog poderá acessar clicando o título, que o remeterá a uma biografia publicada pela União Espírita Mineira, com base em informações fornecidas por um de seus filhos, Basílio Peralva.

O que não se lê, foi a política de apoio à mediunidade e à pessoa de Chico Xavier, da qual União Espírita Mineira sempre foi defensora e que teve Martins Peralva como seu articulador.

Em nossa casa, a Associação Espírita Célia Xavier, Peralva escreveu o livro Estudando a Mediunidade, publicada pela Federação Espírita Brasileira, na qual comenta e explica em linguagem direta e simples o conteúdo do livro "Nos Domínios da Mediunidade", de André Luiz.

4 comentários:

Anônimo disse...

"Estudando a Mediunidade" é uma obra excelente, sobretudo pelas gravuras explicativas - muito legal! Tem outra obra do Peralva que é 'os bicho': "O Pensamento de Emmanuel" - deixa o Sr. Lentulus bem didático...

M.V.Papa Lobo

cleyde disse...

os livros sao maravilhosos legados evolutivos, principalmente quando sao didaticos,o livro estudando a mediunidade faz parte de minha vida diaria.
agradeço, pela existencia dele.

cleyde
meus sinceros agradecimentos e oraçoes.

Alexandre Boaventura disse...

Conheci o Sr. Peralva por volta do ano de 1979 quando fui funcionario do Banco do Progresso de Minas Gerais em Belo Horizonte.
Ficou para sempre marcado em minha memoria a personalidade, o carinho, o amor e respeito que o Sr. Peralva dedicava a todos com quem convivia.
Para o grande legado do Sr. Peralva foi o exemplo de vida e ser humano para aqueles que tiveram o privilegio de conhece-lo pessoalmente.

Alexandre Boaventura

jose maria pereira disse...

Não sei por que, de repente, me lembrei do sr. Peralva e resolvi pesquisar no Google. Só agora fico sabendo a data exata de sua passagem para o mundo espiritual. Conheci-o quando trabalhava no antigo Diário da Tarde, onde ele sempre publicava seus argigos. Pessoa amável, educada, de trato fino e que nos ensinou muito apenas com sua presença sempre amena e cativante. Que Deus o ilumine sempre onde quer que esteja,
José Maria Pereira