5.12.08

O que podemos fazer?

Muitos leitores do Espiritismo Comentado sensibilizaram-se com a nossa última matéria. Muitos não tem como disponibilizar grandes quantidades de recursos pessoais, então vamos dar algumas dicas simples de formas de ajudar.




1. Estamos no início do mês. Se você vai fazer sua compra do mês, escolha um supermercado que está participando das campanhas e compre um item a mais na sua lista. Pode ser um pacote de arroz, uma embalagem de absorventes, água, um brinquedo, ou outro produto necessário para quem necessita de tudo.


2. O natal está chegando. Como será o seu natal? Você espera ganhar roupas, suas crianças ganharão brinquedos, você vai se dar de presente algo que já tem? Então prepare sua casa para receber coisas novas, doando aquele sapato que já saiu de moda e que você insiste em guardar (quer dizer, ocupar espaço) no guarda roupa, dê uma vasculhada em suas roupas e separe as que tem usado pouco, converse com suas crianças e separe brinquedos que não são mais do interesse delas. Não doe roupas e brinquedos em mau estado, entregue-as lavadas e secas, para que sua doação não seja, na verdade, mais um problema para quem recebe.



3. Seu Centro Espírita está fazendo campanha de natal? Converse com os dirigentes de sua casa e veja a possibilidade de reservar um percentual das cestas para ajudar as vítimas de Santa Catarina. Se a campanha estiver muito aquém da meta, separe pelo menos uma cesta.

4. Você é dirigente de reunião pública? Converse com os frequentadores escolha um item qualquer e peça a eles. Um pacote de um quilo de feijão não vai deixar ninguém em situação crítica, mesmo que a casa esteja fazendo campanha de natal.

5. Fotografem o resultado da campanha e divulguem no mural do Centro Espírita.

6. Enviem fotos da doação para o Espiritismo Comentado. Expliquem em um parágrafo o que fizeram e que instituição frequentam. Vamos publicar as fotos. Elas podem ser contagiosas.

7. Faça uma prece pelas vítimas, pelos desempregados, pelos que perderam seus negócios, pelos que ainda sofrerão os efeitos da enchente durante o ano. Peça inspiração do mais alto e idéias simples sobre o que fazer.

8. Diga aos colegas de trabalho que está recebendo doações para as vítimas de Santa Catarina, se eles tiverem alguma coisa a doar, informe o dia em que levará o resultado da campanha para um dos postos de coleta. Junte no porta-malas do carro as doações e quando for entregar, fotografe. Fixe em sua sala o resultado das doações.

9. Se você é de Belo Horizonte, clique no título da última publicação e leia os comentários. Neles se encontra alguns endereços de postos de coleta, sites e contas bancárias fornecidas pela Coordenadoria de Ação Comunitária da UFMG. (Confiram os dados, se houver algum equívoco, me avisem, por favor).

10. Informe-se sobre o que as pessoas estão precisando. Se vamos doar pouco, que possamos doar certo. Se descobrirem algo que não falamos, comentem nesta publicação.

Um comentário:

Alcione Albuquerque disse...

Que jeito bom de convidar a todos a fazer o bem!
Pratico, simpatico, possivel.
Acho que nao so este artigo mas este BLOG é assim!
Carinhos ,
Alcione Albuquerque