8.12.08

4o. ENLIHPE (Continuação)

Foto1: Pedro Camilo fala de Yvonne Pereira
Na tarde do primeiro dia tivemos a grata surpresa de conhecer o trabalho de Pedro Camilo. Bem humorado, chegando de uma série de compromissos em São Paulo, Pedro apresentou de forma simples e bem embasada, episódios da vida da médium mineira (na verdade, fluminense, como se pode ver no comentário do próprio Pedro) que realçaram sua trajetória de dificuldades e dedicação à prática mediúnica. O expositor baiano é responsável por um trabalho de levantamento de diversos documentos e entrevistas que tratam de Yvonne, pouco conhecidos e divulgados no meio espírita.

Pedro é articulista de Universo Espírita e já publicou dois livros sobre a médium, através da editora Lachâtre:
- Yvonne Pereira: Uma Heroína Silenciosa
- Pelos Caminhos da Mediunidade Serena

Foto 2: Paulo Figueiredo fala de Claude Bernard

Paulo Figueiredo foi o próximo expositor. Ele tinha por proposta inicial apresentar um trabalho em torno do tema "Conspiração do Silêncio", que seria um acordo tácito entre cientistas e filósofos de se calarem quanto aos trabalhos e teses espíritas desenvolvidos nos meios acadêmico e literário no último século.

Uma vez que o tempo disponível para apresentação era curto, Paulo desenvolveu seu trabalho sobre Claude Bernard, que é um dos pais da medicina contemporânea.

Estudioso, Paulo recuperou alguns trabalhos contemporâneos sobre o médico francês e seu pensamento. Uma das comunicações supreendentes, que o editor de Universo Espírita encontrou, foi que Bernard era adepto de uma versão sofisticada do vitalismo e opositor do reducionismo naturalista do homem.

Paulo mostrou uma citação de tese de doutorado (infelizmente defendida na Universidade da qual sou professor) na qual a autora faz uma citação parcial de um texto de Bernard, afirmando exatamente o oposto do que ele defende. Após recuperar o texto original e sua tradução para o português de Portugal, Paulo mostrou claramente que a autora citou apenas partes do trabalho de Bernard e que alterou lamentavelmente o significado do que ele propunha por omissão de frases. Ficou claro também que ela citou da tradução para o português, e não fez uma tradução própria do original. Resta saber se a mesma leu o original.

A tese da Conspiração do Silêncio ganhou novos argumentos corroborativos, e fica no ar se tal conspiração é o fruto de um espírito de época vigoroso o suficiente para calar e ensurdecer-se ante as vozes dissonantes ou se é mesmo um acordo tácito da comunidade científica calcado em uma visão intolerante de ciência e de mundo.

4 comentários:

Bruno Rodrigues disse...

Aos amigos deste interessantíssimo BLOG, muita Paz.

Após ler váris matérias sobre o 4º ENLIHPE, só o que posso dizer é que foi maravilho, incrível. O modelo de Encontro que o movimento espírita deveria adotar.

Gostaria de saber desde já, quando será o próximo encontro, pois sem dúvidas quero estar presente.

Parabéns a todos que participaram.

Aproveito para sugerir ao organizadores, que pensem em alguma forma de disponibilizar os materiais que foram apresentados neste Encontro, para que mais pessoas tenham acesso e não fique restrito aos que estiveram presentes. Esta iniciativa do Jáder, de fazer comentários sobre as exposições já está sendo maravilhosa, deixando-nos chio de água na boca.

Paz a todos.

Pedro Camilo disse...

Jáder:

Gostaria de fazer uma correção. Yvonne não nasceu em Minas, e sim no Rio de Janeiro, na antiga Vila de Santa Tereza de Valença, atual cidade de Rio das Flores.
No mais, tudo muito bom.

Aquele abraço!

Jáder Sampaio disse...

Pedro,

Os mineiros são muito hospitaleiros...

Um abraço

Jáder

Alexandre F. Fonseca disse...

Olá Jader,

Achei interessante a questão sobre "Conspiração do Silêncio" e gostaria de obter mais informações. Por acaso o Paulo Figueiredo publicou esses estudos em algum lugar?

Aproveito para desejar a você e toda a família espírita de MG, um bom fim de ano!

Um abraço fraternal,
Alexandre