27.6.12

PUBLICADO UM NOVO LIVRO SOBRE A VIDA DE ANNA PRADO

Foto: Capa do Livro

Há muitos anos temos contato com o Samuel Magalhães, autor dedicado à recuperação da memória espírita, participante da Liga de Pesquisadores do Espiritismo. 

A FEB agora lança o livro "Anna Prado: a mulher que falava com os mortos", de sua autoria. São oito anos de pesquisas, dedicadas à memória do amigo comum, Eduardo Carvalho Monteiro.

Como estou recebendo a boa notícia de antemão, ainda não li o livro, mas pelos livros que já li do autor, alguns deles já resenhados no Espiritismo Comentado, não espero pouco da obra. Convido os interessados na história do espiritismo e nos fenômenos de efeitos físicos a ler e comentar.


7 comentários:

blogadonojean disse...

Fiquei bastante curioso para ler esta obra, que terá importância didática e histórica, no que diz respeito a este tema tão pouco debatido nas casas espíritas; fenômenos de efeitos físicos. Tenho certeza que irá enriquecer os momentos de aprendizado do grupo de estudos que faço parte.

Ricardo Alves da Silva disse...

Já conheço um pouco de sua história, mas com certeza este livro estará na fila dos que precisam ser comprados e lidos.

Não gosto de escalas de classificação, em especial quando se fala de médiuns e sua contribuição para a Doutrina Espírita e o movimento que a viabiliza, mas se existe alguma, acredito que Anna Prado está nela, sendo uma trabalhadora espírita que poucos comentam. Quem sabe um livro pela FEB ajude a resolver esta lacuna!

Fico imaginando as lutas vividas pelas mulheres do início do século passado (XX), que exercitavam suas faculdades psíquicas num ambiente tão adverso às mulheres em si e ao próprio Espiritismo.

Sempre quando penso nisso, lembro de Sarah Morais, mulher que fundou em 1928 e dirigiu os quatro primeiros anos do centro espírita em que iniciei os meus estudos e atividades no Rio de Janeiro, vindo a desencarnar em 1932.

Abraços!

Mauricio Prado disse...

Bom conhecer a vida de minha bisavó.
Lerei com certeza

Jáder disse...

Fiquei conhecendo Anna Prado através de três publicações: O Trabalho dos Mortos, de Nogueira de Faria, As Mulheres Médiuns e de uma conferência feita por um decano da FEB que foi publicada no site da LIHPE. Meu tio conheceu a sociedade da época e me disse que os fenômenos de Anna Prado intrigaram os positivistas honestos.

Jáder disse...

Colegas,

A Liga de Pesquisadores do Espiritismo, tem publicado em seu site um artigo de autoria de Manuel Quintão, de 1921 falando da família Prado e da mediunidade de efeitos físicos. Confiram. http://www.lihpe.net/Artigos/0001_FenomenosMaterializa%E7%E3o_MQuint%E3o.pdf

leandro disse...

Colegas, expliquem-me porque o autor tratou os espíritos em aparição de materialização como fantasmas e não espíritos materializados? Algumas fotografias até parecem reais, agora outras mostram homens com capuz branco claramente, desculpem , não vou ficar literalizando, elevando o orgulho meu e de muitos, mas.....sou espírita e não gostei do livro

Jáder Sampaio disse...

Leandro, por que você não conversa diretamente com o autor? Samuel é muito disponível. Independente das considerações que você fez, não acha que o livro é uma importante recuperação da história do espiritismo no Brasil?