28.1.09

Poema de Damasceno Sobral

Foto 1: Sobral. Cortesia de Marco Antônio.

... E os Tempos Chegarão

Mais cedo ou mais tarde
no íntimo dos povos que se esclareceram despercebidamente ao contato da vida cotidiana
brotará o desejo de algo profundo, infinito e eterno.
O superficial carecerá de sentido
e as ciências exatas os impelirão para os domínios da metafísica,
experimentando a volúpia do inexplicável
que com o decorrer dos tempos será explicado
e natural até.
Enfim se definirá o mundo da razão e do equilíbrio
emancipado da perplexidade da matéria.

2 comentários:

Alexandre disse...

Olá!

Quero lhe agradecer a disponibilidade em compartilhar estes belos trabalhos, profundos e enriquecedores, deste exemplo a todos nós que é o Sobral.

Tenho um site que trata de assuntos espirituais em geral e nele tomei a liberdade de publicar alguns dos poemas do Sobral e colocar um link ao seu blog.

Abraços fraternos,
Alexandre

Jáder Sampaio disse...

Alexandre,

Às ordens. Este lado do Sobral precisa ser mais conhecido, não acha?

Um abraço

Jáder