26.11.07

Entrevista com Costantino Papazoglu




EC - Costantino, vocês estão lançando um DVD de música espírita? Qual é o seu título?
Costantino - Sim, estamos. O trabalho se chama “25 anos de COMEBH” e foi feito para homenagear essa data especial do encontro de jovens de BH.

EC – Há quanto tempo você trabalha com música espírita e qual tem sido o seu trabalho?
Costantino - Estou envolvido no trabalho com a arte espírita há aproximadamente 10 anos. Não sou músico nem ator, mas sou um grande apaixonado pela arte espírita. Meu trabalho é mais no sentido da divulgação, organizando apresentações e produzindo shows e espetáculos. No caso desse DVD sou um dos idealizadores por estar envolvido também no trabalho da COMEBH.

EC – Quem são os principais compositores de música espírita em Minas Gerais?
Costantino - Compositores são muitos: Tim, Gladston, Dênis, Antônio Neto, Carolina Valverde, Luiz Enrique, Adriano Alves, Ronaldo Tavares, Cássio Fajardo, Willy, Henrique Romaniello entre outros. Eu sei que a pergunta foi sobre os principais, mas a lista é grande mesmo! Intérpretes já têm menos: Verbos de Versos, Meu Cantar, Tim e Vanessa, Estradas e o Dênis seriam alguns dos principais hoje.

EC – Como foram escolhidas as músicas que compõem o DVD?
Costantino - As músicas do DVD são as músicas do CD acrescidas de algumas que tem relevância maior no movimento jovem. Já as músicas do CD foram escolhidas em um trabalho em conjunto com os coordenadores das COMEBHs. Cada regional (são quatro) escolheu duas músicas que marcaram seus encontros a partir da XVI COMEBH. Isso por que até lá, tínhamos uma única COMEBH. As outras seis foram escolhidas por mim e pelo Cássio Fajardo entre as músicas conhecidas até a XV COMEBH.

EC – O que é COMEBH?
Costantino - A COMEBH (Confraternização de Mocidades Espíritas de Belo Horizonte) é um encontro que acontece na nossa cidade no período do carnaval, dando ao jovem uma opção de trabalho e estudo ligado à doutrina espírita. Se inicia no sábado e termina na quarta feira de cinzas. Até a XV COMEBH o encontro era unificado. A partir da XVI, devido ao grande aumento do número de mocidades e consequentemente de jovens espíritas na nossa cidade, o encontro se dividiu em quatro.

EC – Há quantos anos é feita a COMEBH?
Costantino - A próxima será a XXVI edição do encontro. O trabalho do CD e do DVD foi feito para comemorarmos os seus 25 anos.

EC – A música é um mero veículo de divulgação da Doutrina Espírita ou uma forma de expressão dos artistas espíritas?
Costantino - Creio que é uma forma de expressão dos artistas, daquilo que vivenciam na Doutrina. E se é assim, não tem como deixar de ser um veículo de divulgação também.

EC – O DVD é posicionado para algum tipo especial de público? Quem se interessa pelo DVD?
Costantino - Inicialmente o público principal do DVD era (e talvez ainda seja) o jovem que freqüenta ou freqüentou a COMEBH. Hoje, vendo o trabalho pronto, creio que todos que gostam de música, independente de serem espíritas ou não, poderão gostar do trabalho.

EC – Que recursos o DVD apresenta ao interessado?
Costantino - Há a legendagem das letras em três idiomas. Fizemos isso por que pensamos que esse trabalho pode romper fronteiras e, se assim for, acho interessante que as pessoas que não falam o português possam entender o que está sendo cantado. Por ser espírita, uma das legendas é em esperanto. As outras duas são inglês e espanhol. Além disso, há todo o recurso que um DVD de música normalmente tem: escolha direta de faixa, extras com história sobre o encontro, sobre o show, etc.

EC – Três idiomas? O trabalho é profissional?
Costantino - Desde a sua concepção até a sua finalização o trabalho foi feito por profissionais. O arranjador das músicas, o produtor do CD e do DVD, a equipe que gravou a imagem e o áudio no dia do show, os músicos que tocaram, enfim, todos são profissionais. As exceções são alguns músicos e eu, claro!

EC – Como vocês conseguiram recursos financeiros para gravar o DVD?
Costantino - Com a venda dos CDs e com o show em que fizemos a gravação. E ainda assim ficou faltando alguma coisa, que foi completada por algumas pessoas interessadas em ajudar no trabalho. Não podemos deixar de dizer que os profissionais que trabalharam acabaram fazendo tudo quase que a preço de custo, pelo simples prazer de ajudar. E olha que muitos deles nem espíritas são! Era muito engraçado encontrar alguns deles depois, cantando as músicas do show. Já o CD foi gravado com poucos recursos e muita ajuda.

EC – Os artistas do DVD farão algum show para divulgá-lo?
Costantino - Sim, faremos dois shows de divulgação para o lançamento do trabalho nos dias 24 e 25 de Novembro, no teatro do colégio Imaculada.

EC – Como adquirir o DVD?
Costantino - O DVD pode ser adquirido pelo blog dmcrebh.blogspot.com e em algumas casas espíritas.

Nenhum comentário: