11.10.14

IMPRESSÕES DO SIMPÓSIO FRANCÊS DE ESPIRITISMO


Alcione Reis de Albuquerque



Obra de Augustin Lesage


Voltando do Symposium de Villeneuve D’ascq, em Lille, França, promovido pelo CSF (Conselho Espírita Frances) ocorrido nos dias 27 e 28 de setembro de 2014, com as melhores impressões dos trabalhadores espíritas neste país.

O tema central para este ano foi: “O trabalho nos centros, elemento importante para o despertar das consciências”. (‘Le travail dans les centres, element important pour l’eveil des consciences’)



Público presente

O que ressalta aos olhos é uma forte acentuação no estudo doutrinário, seguidos pela sua prática, mantendo, no todo, uma proposta séria em compreender e seguir os conceitos de Kardec, sem concessões a personalismos.

Ao lado desta postura percebe-se da parte da Federação Espírita da França, em especial na pessoa de seu presidente atual Richard Buono, uma abertura para acolher e ouvir variadas expressões do trabalho prático, tais como se vê no programa que foi levado a público.

Os aspectos históricos, filosóficos, científicos, assim como os aspectos da prática social, que denominamos caridade, são contemplados em todo território. Evidentemente não cobrem o território francês, mas encontram-se mais disseminados do que havíamos imaginado, para nossa alegria intima.




Cláudia Bonmartin no centro e Alcione à direita


Alegrias também sentimos em observar as confreiras brasileiras levando projetos de vulto a frente, tais como Cláudia Bonmartin em Paris e Cláudia Werdine em Madrid. Há um projeto de Evangelização da criança, do adolescente e das famílias já em vias de implantação em seis países, projeto denominado Sementes para o futuro (‘Semences de L’avenir’).



Cláudia Werdine


A “Banca de Livros” estava repleta das obras básicas de Allan Kardec, seguidas por muitos  títulos psicografados por Chico Xavier, além dos clássicos tais como Léon Denis, Flammarion , Bozzano, entre outros.



Livros espíritas em francês

Próximo encontro agora será em Lyon, berço do Codificador, para o 7º Congresso Francofônico de Medicina e Espiritualidade nos dias 18 e 19 de outubro. Este encontro será presidido por Marlene Nobre, SP. Br. e contara com a presença de alguns expositores brasileiros.

Agradecemos pela oportunidade de nos fazermos presentes no Simpósio de Lille, e aguardamos as tarefas que virão no mesmo ambiente de simplicidade, fraternidade e reforma intima.



(Alcione Albuquerque é brasileira, residente na França)

2 comentários:

Alessandro A. R. disse...

Gostaria de saber o que pensam os franceses e demais estrangeiros a respeito da obra do Chico Xavier. Teve a oportunidade de tratar desse assunto enquanto esteve lá? Abraços.

Jáder Sampaio disse...

Alessandro,

Repassei sua pergunta para Alcione, a autora do artigo, e ela respondeu o seguinte:

"Não,não tive mas posso deduzir que haja admiração e respeito tendo em vista o número de obras psicografadas pelo Chico traduzidas ao francês(e disponíveis na Banca de Livros para venda).
Outra coisa é que nos trabalhos apresentados, via-se citações assinadas Francisco Cândido Xavier...."

Um abraço,