8.5.15

A TIA DE DUNGLAS HOME

Foto: Home, jovem, e sua tia


Após a desencarnação da mãe de Home, iniciaram-se raps (batidas) na mesa da casa de sua tia. Eles haviam ouvido falar nos fenômenos de Hydesville e nas irmãs Fox. A tia disse-lhe, ao ver que os fenômenos continuavam:

- “Então, você trouxe o diabo para a minha casa, não trouxe?” E atirou-lhe uma cadeira.

Ela chamou três ministros de diferentes orientações religiosas (todos protestantes) para rezar em sua casa, por Home, e expulsar o demônio. O ministro Batista ouvia os raps aumentarem, quando ele falava em Jesus ou em Deus, vindos de diferentes partes do cômodo em que se encontravam.

Home ficou muito emocionado com todos estes fenômenos, e, orando de joelhos, colocou-se à disposição de Deus.

Em outra oportunidade, uma mesa movia-se em direção a Daniel Douglas Home, na casa de sua tia, enquanto ele se via no espelho. Incomodada com o fenômeno, a tia jogou uma Bíblia sobre a mesa, dizendo:

-“Vai levar o diabo para longe!”

Ao contrário do que ela esperava, a mesa moveu-se ainda mais vividamente. Atônita, ela decidiu subir sobre a mesa para terminar aquela movimentação de uma vez por todas. A mesa elevou-se acima do solo, para uma surpresa ainda maior.

Preocupado com os incidentes, que haviam começado, não havia uma semana, Home orava quando viu a mãe, que lhe disse:

“Meu filho, não tema. Deus é por você, quem será contra? Procure fazer o bem. Seja verdadeiro e amante da verdade, e você irá prosperar, minha criança. A sua é uma missão gloriosa. Você irá convencer as pessoas sem fé, curar os doentes e consolar os que choram”


Pouco depois, aos dezoito anos, foi expulso da casa de sua tia.

Fonte: adaptação do livro "Incidents of my life" de Daniel Dunglas Home.

Nenhum comentário: