13.11.09

O ESPIRITISMO NOS AÇORES

Foto 1: Cidade de Angra do Heroísmo no arquipélago de Açores
O Espiritismo Comentado fez um contato no meio do oceano Atlântico, no Arquipélago dos Açores, onde foi muito bem recebido pelo grupo da Associação Espírita Terceirense. Como surgiu e como é a prática do Espiritismo por lá? Saiba em primeira mão com a entrevista abaixo.
EC - Onde fica a Associação Espírita Terceirense?
AET - A Associação Espírita Terceirense situa-se na cidade da Angra do Heroísmo, na ilha Terceira – Arquipélago dos Açores
EC - Como foi fundada?
AET - Quando da vinda do Divaldo à nossa ilha, em Abril de 1998, um grupo de simpatizantes da Doutrina se juntou e iniciou o aprendizado. Em Outubro de 2003, já com uma sede própria e muito modesta, foi então oficialmente fundada a Associação Espírita Terceirense.
EC - A AET tem sede própria? Em caso afirmativo, como foi construída?
AET - Tem sede própria e tem já um projecto de arquitectura aprovado, para construção de uma sede maior, graças ao aumento do número de frequentadores.
EC - Quais são as relações da AET com o movimento espírita brasileiro?
AET - Por enquanto são relações puramente virtuais, ou seja, através de trocas de e-mails, mas um dia, quem sabe?

Foto 2: Divaldo Franco faz palestra na sede da AET

EC - Que oradores brasileiros têm sido levados pela AET a Portugal?
AET - À nossa ilha já palestraram Divaldo Franco, Raul Teixeira e Divaldinho Matos

EC - Quais são os principais trabalhos da AET?
AET - Palestras públicas, Atendimento Fraterno, Estudo sistematizado da doutrina


EC - Como é o trabalho de evangelização infantil? Que públicos vocês atendem? (filhos de portugueses, estrangeiros, etc.)
AET - Por enquanto ainda não temos a evangelização infantil dado que o público é maioritariamente adulto.


EC - Como é a produção cultural na AET? Vocês mantém um boletim? Já publicaram livros? Têm outros projetos na área de cultura (peças de teatro, cinema, livros, etc.)
AET - Mantemos um boletim mensal que distribuímos para todos os nossos contactos para divulgação e já publicamos um singelo livro intitulado “No Caminho”.


EC - Vocês têm reuniões mediúnicas? Como um freqüentador se prepara para participar deste tipo de reunião?
AET - Sim e cada frequentador tem, em primeiro lugar de ser uma pessoa assídua e perseverante, além de ter que fazer o estudo constante da doutrina que levamos a efeito todos os Sábados das 17 às 18:30.


EC - Querem deixar uma mensagem para os espíritas brasileiros?
AET - Sim, que continuem a fortalecer os laços fraternais entre todos os centros espíritas porque só assim podemos criar um movimento espírita mais coeso face às adversidades que temos todos de enfrentar.




Foto 3: "Terceirenses" no Congresso Mundial de Paris
Confira mais informações sobre a Terceirense no site http://espiritismo-na-terceira.ilhaterceira.net/ ou no blog http://aeterceirense.blogspot.com/

3 comentários:

maria tereza callefe terê disse...

Parabéns pela iniciativa.
Encontrei esta página quando estava a procurar alguma casa espírita na ilha das Flores. Acredito que o movimento espírita ainda não tenho chegada até lá.
Sou florentina, residente no Brasil desde 1958. Estou na doutrina desde 1972.Esta bendita doutrina que, no dizer de Léon Denis, "
enluara de esperança a noite de nossas vidas."

antonio disse...

EU gostava de saber se ha algum grupo ou pessoasna ilha de sao jorge

maria tereza callefe terê disse...

ANTÓNIO, QUE PENA, MAS NÃO TENHO CONTARO COM NENHUM ESPÍEIRA DOS AÇORES, GOSTARIA IMENSO DE ME CONECTAR VIA FACEBOOK COM ALGUM COMPANHEIRO DE DOUTRINA
LUZ E PAZ