14.5.11

SERÁ LANÇADO LIVRO QUE APRESENTA TESES UNIVERSITÁRIAS REFERENTES AO ESPIRITISMO

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR


Há cerca de dez anos recebi na minha caixa de e-mails um convite para participar da LIHPE, hoje chamada Liga de Pesquisadores do Espiritismo. Conversei com os seus idealizadores, Eduardo Carvalho Monteiro e Milton Bonfante Piedade. Eduardo tinha um grande interesse pela memória do movimento espírita e o Milton era um espírito empreendedor, que deu visibilidade ao projeto na internet e trabalhou incansavelmente como articulador de interessados de dois continentes.
Com o tempo, foram organizados encontros presenciais, inicialmente dos interessados de São Paulo e posteriormente encontros nacionais.
Eduardo começou, entre outras frentes de atividades, a atrair trabalhos dos membros e a publicar, com o auxílio da editora Madras e o selo do Centro de Documentação Histórica, que ele coordenava na USE. Os primeiros três livros chamaram-se "Anuário Histórico Espírita", e eram um misto de trabalhos acadêmicos, trabalhos de cunho jornalístico e opinativo. Hoje se encontram praticamente esgotados, ainda sendo possível encontrar um ou outro em alguma livraria espírita.
Sediamos um dos encontros nacionais em Belo Horizonte, em 2004,sempre com o apoio da União Espírita Mineira, da Associação Espírita Célia Xavier e de trabalhadores das mais diferentes casas espíritas da capital mineira. Recebemos participantes de diversos estados do sudeste. Os resultados foram sintetizados e publicados em forma de um comunicado público que se encontra ainda hoje no GEAE http://www.geae.inf.br/pt/boletins/geae482.html
Paralelamente ao trabalho da LIHPE, Eduardo e um grupo de amigos obtiveram um imóvel no Planalto Paulista (São Paulo - Capital) e iniciaram reformas para a criação do que chamaram de "Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo. Ele próprio tinha um acervo enorme de livros e documentos em sua casa e desejava que o trabalho de sua vida não se desfizesse após a sua desencarnação. Esta foi breve e inesperada, fruto de uma infecção e semanas de internação.
O CCDPE ganhou o nome de seu fundador e idealizador e passou a ser administrado pela família e por membros do movimento espírita. A LIHPE ficou um tempo desarticulada, mas funcionando em seu espaço virtual, e ganhou continuidade após a organização do 4o. ENLIHPE em parceria com o CCDPE-ECM. Desde então, temos nos reunido anualmente em São Paulo e aperfeiçoado o evento.
Embora boa parte dos espíritas brasileiros defendam uma concepção tríplice do Espiritismo: uma dimensão religiosa (outros preferem apenas moral), uma filosófica e uma dimensão científica, são escassos na literatura brasileira os trabalhos genuinamente científicos, especialmente contemporâneos. Muitas pessoas confundem especulações com termos geralmente empregados nas ciências com trabalho científico, e o movimento tem uma grande dificuldade em entender a(s) metodologia(s) científica(s), sua comunidade e sua produção. Mesmo as produções de caráter genuinamente filosófico, são recentes e pontuais no Brasil, salvo exceções.
O que os herdeiros do ENLIHPE decidiram foi dar ênfase e criar um espaço onde este tipo de produção (científico-filosófico) pudesse ser exposto e publicado. Aos poucos observamos que o aumento significativo de vagas em universidades e cursos de pós-graduação no Brasil marcaram um acesso de muitos espíritas à Academia, e despertou interesse de acadêmicos pelo Espiritismo como fenômeno social e cultural.
Marco Milani listou mais de 50 teses e dissertações relacionadas ao Espiritismo, o que foi publicado no livro "Pesquisas sobre o Espiritismo no Brasil". Esta produção acha-se ainda dispersa por bibliotecas e periódicos nacionais, principalmente. Tiago Paz ampliou esta lista no 6o. ENLIHPE e está tentando agrupar os textos integrais de teses e dissertações em um site. http://pesquisandoespiritismo.4shared.com/
Uma das diretrizes do ENLIHPE tem sido dar espaço para a comunicação dos trabalhos universitários de pesquisa e publicá-los, sem distinção de área de conhecimento. A ideia de uma LIHPE centralizada na História ampliou-se para uma LIHPE multidisciplinar.
Perdoe o leitor se me estendo. Esta introdução toda é para explicar o que é este livro que estamos lançando em BH no dia 28 próximo. Ele tem os trabalhos que foram selecionados por uma comissão, dos que foram apresentados no 5o. ENLIHPE.
Ao contrário do que se pensa, não são trabalhos complicados, herméticos. São muito claros, porque foram escritos pensando em ser comunicados para pessoas de diversas formações e não apenas para especialistas.
Eles trazem novas informações e recuperam informações esquecidas, preciosas para os que realmente estudam o Espiritismo e seu movimento.
Esta ação teve um impacto ainda tímido, mas esperado. Muitos interessados passaram a perceber que o Espiritismo é um objeto de estudo legítimo de suas respectivas áreas de conhecimento e a procurar os autores para trocar ideias, pesquisar conjuntamente, buscar orientações...
Por esta razão queremos dar visibilidade ao livro e a este conjunto de ações da parceria LIHPE-CCDPE em Belo Horizonte. Estamos próximos ao 7o. ENLIHPE e a inscrição de trabalhos está aberta. O livro com os trabalhos do 6o. ENLIHPE está no prelo e outras publicações têm surgido. Os autores têm se aproximado uns dos outros, formando o que chamamos de massa crítica.
Alexander mantém na UFJF um núcleo que pesquisa Saúde e Espiritualidade, com publicações regulares em revistas científicas brasileiras e internacionais, participação em congressos e outros sinais de vitalidade acadêmica. O trabalho que ele escreveu em conjunto com o Klaus para o livro, já foi aceito e apresentado na Europa em congresso científico. Sua experiência é muito rica e ficamos felizes quando ele aceitou o convite para vir a BH compartilhar conosco um pouco de seu conhecimento e vivência. Ficamos ainda mais entusiasmados quando a Angélica, autora de uma tese de doutorado em História importante sobre Psiquiatria e Espiritismo na primeira metade do século XX tambéms se dispôs a vir e conversar conosco. Ela redigiu um trabalho importante no "Temática Espírita" sobre Inácio Ferreira e seu trabalho enquanto médico encarnado.
Por todas estas razões, acrescidas à curiosidade natural de conhecer a nova sede administrativa da União Espírita Mineira, que nos recebeu de braços abertos, convidamos a todos para participar deste lançamento-encontro e apoiar este projeto que consideramos importante para as novas gerações de espíritas que estão chegando.

4 comentários:

Anderson disse...

Caro Jáder,

Acho que já devo ter perguntado isto em outra ocasião, mas, como não me recordo e não estou dispondo de tempo para pesqusiar pergunto por aqui: este e os outros livros já publicados pelo ENLIHPE eu encontro onde? Quanto custam?

Um forte abraço,

Anderson

Jáder Sampaio disse...

Anderson,

Sua pergunta é bem oportuna.

1 Pesquisas sobre o Espiritismo no Brasil: Textos Selecionados (2009)
R$28,00
2. A Temática Espírita na Pesquisa Contemporânea (2010)
R$25,00

Coleção Espiritismo na Universidade

1. Voluntários
R$28,00

2. Unir para Difundir (?)
3. O Movimento Espírita Pelotense (no prelo)

Série Anuário Histórico

1. Anuário Histórico Espírita (2003) - Esgotado?
2. Anuário Histórico Espírita (2004) - Esgotado ?
3. Anuário Histórico Espírita (2006) - Esgotado ?

Mais informações sobre estes livros e sobre os livros editados pelo Eduardo Carvalho Monteiro (Fundador da LIHPE) no Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro (http://ccdpe.org.br)

Um abraço

Jáder

Jáder Sampaio disse...

Anderson,

Anuário Histórico Espírita - entre R$28,00 e R$30,00 nas livrarias da internet (Saraiva, Americanas, etc.)

Anuário Histórico Espírita 2004 - entre R$20,00 e R$30,00 - (Americanas.com)

Anuário Histórico Espírita 2006 - R$23,50 - Livraria Espírita Candeia

Jáder Sampaio disse...

Anderson,

Troquei as bolas, me desculpe.

O Pesquisas sobre o Espiritismo no Brasil custa 25 reias

O livro "A Temática Espírita na Pesquisa Contemporânea" custa 28 reais.

Perdoe.

Um abraço


Jáder Sampaio