22.6.08

Associação Espírita Célia Xavier Promove Festa Junina

Figura 1: Papa Lobo (brigado cumpadre!) fotografa festa junina no ano passado.

Tornou-se tradicional a Festa Junina da Associação Espírita Célia Xavier. É uma festa com gostinho de reunião de família, porque nela se encontram as pessoas que frequentam os trabalhos da Associação nos seus mais diferentes dias e sedes.


O objetivo da festa é levantar fundos para os serviços de assistência social, mas o mais importante é ir com a família, encontrar conhecidos e fazer novos amigos: ampliar o grupo de companheiros que compõem o seu dia-a-dia no Célia.


Vale levar outras pessoas para a festa, mas já vá avisando a elas: nesta festa não se vende bebida alcóolica, não se fuma e não se briga. É um lugar de brincar, de conversar e, para quem gosta, de dançar a maior quadrilha que já se viu pelas nossas bandas. Os "tões" (trintões, quarentões, cinquentões e outros) tratem de fazer alongamento antes da festa para dançar sem medo das dores nas juntas.


Este ano a festa acontecerá no dia 05 de julho. Ano passado foram cerca de 800 pessoas que nem deram para encher a Escola que gentilmente nos cede as instalações.


Você quer ajudar a fazer a festa? Eu sabia! Uma coisa que você pode fazer é deixar prendas na sede da Associação Espírita Célia Xavier. O que são prendas? São brinquedinhos, que agradem a meninos e meninas, que irão se divertir nas tradicionais barraquinhas, acertando a boca do palhaço, jogando argolas, pescando, entre outras atividades.


Do que gostam as crianças? Bem, hoje em dia elas gostam de CD virgem, para gravar músicas e programas, papel de carta, lápis coloridos, canetas coloridas, "línguas de sogra", bolas, minibasquetes, pirulitos, balas, pipocas doces, molas mágicas, caderninhos, revistas de colorir, guaches, brindes, adesivos, e outras coisas baratinhas que alegram o universo infantil.


Quer ajudar mais? Ajude a incentivar as pessoas a comprar as mesas, que começam a ser vendidas na segunda feira! Conscientize as pessoas da sua reunião ou grupo que não basta comprar ingressos "para ajudar": é preciso ir e levar a família. Se puderem fiquem em jejum até a festa... Venderemos cachorro quente, refrigerante, churrasquinho no espeto, doces, caldos de mandioca e de feijão, canjica e talvez outras coisas conhecidas em Minas Gerais como "trem bão" (desse jeitim mes... sem plural senão fica fei...)


Outra coisa, a festa é para todos. Neste ano queríamos a presença dos associados de Nova Luz, no bairro Rosaneves, da Casa de Etelvina, no bairro Citrolândia e do Lar Espírita Esperança.


Uma sugestão: quando você for à festa leve com você na bagagem, além do din-din para comprar a comida, duas expressões: boa tarde e boa noite (pode ser em mineirês mesmo: bas tarde ou simplesmente tarrrrrde ou bas noiti). Distribua estas expressões com generosidade, pode ser com a mão fechada mesmo. Conheça gente nova, pergunte de onde são, que dia frequentam e o que fazem na casa. Seus filhos vão sair cheios de prendas e doces de consolo e você cheio de novos amigos na casa.


Maiores informações na sede da Associação Espírita Célia Xavier: (031) 3334-5787

Figura 2: Foto de Célia Xavier

3 comentários:

Jáder Sampaio disse...

Jader, gostei desse jeito mineiro de atrair o povo pra festa junina!

Fiquei até com vontade de ir....

Parabéns pelo blog. está cada vez melhor. Parabéns pelos avanços na extensão da divulgação deste trabalho, que ganha agora também inserção na revista Universo Espírita.

Tentei escrever pelo blog, mas acho que não tenho a senha que me pediram. Vai por aqui.

Um abraço.

Izabel

Jáder Sampaio disse...

Izabel,

Pode vir menina... Eu pago um caldo de feijão para você. De São Paulo a Belo Horizonte é um pulinho.

Jáder

Mari disse...

Olá amigo! Venho aqui elogiar o seu blog que se percebe foi feito com muito carinho e lhe deixar meu site www.obrasespiritas.com . Além de ser uma livraria virtual também possui vasto conteúdo com livros de áudio espíritas, vídeos, trechos de livros, notícias, etc. Abraços! Obrigada!