3.8.07

O Espiritismo nos Estados Unidos

EC: Vocês promovem eventos de divulgação do Espiritismo? Fale um pouco sobre eles.

Antônio: Os eventos maiores com o propósito de divulgar o espiritismo de forma mais ampla, para um maior número de pessoas, normalmente ocorrem com a união de esforços de mais de um grupo espírita. Muitas vezes, por ocasião da visita dos nossos mediums e palestrantes mais conhecidos, como por exemplo o Divaldo Pereira Franco, o Raul Teixeira e outros, os quais nos visitam anualmente, os grupos se unem em torno do evento e proporcionam meios para que as palestras sejam feitas com tradução simultânea para o inglês.

(Foto 1: Raul Teixeira em Baltimore. Da esquerda para a direita, Vanessa Anseloni, Elmo Deslandes, Raul, Alexandre Fonseca e Antônio Leite)



EC: Fale um pouco mais sobre a divulgação espírita nos Estados Unidos.

Antônio: Saindo um pouquinho da região da grande Nova Iorque, podemos mencionar também a Spiritist Society of Baltimore, que vem fazendo um trabalho extraordinário na disseminação do Espiritismo já há alguns anos. Este grupo cujas atividades são todas em inglês e voltadas para o público americano, pela estrutura que tem e graças ao dinamismo e a dedicação da Vanessa Anseloni e seu esposo Daniel, seus principais dirigentes, tem a participação de um público americano em maior percentual. Eles mantém um calendário permanente de eventos de divulgação do espiritismo aqui na América, o que pode ser checado no website do grupo. Em julho de 2005, este grupo espírita promoveu um encontro sobremaneira importante para a aproximação dos movimentos Espírita e do Moderno Espiritualismo aqui na América. O evento aconteceu em Lily Dale, sede do movimento do Moderno Espiritualismo aqui nos Estados Unidos, e contou com a presença de um grande público, em sua maioria de americanos. Podemos mencionar ainda a Spiritist Society of Florida, que sob a liderença da dedicada e dinâmica confrade Yvonne Limoges e o seu pai, Edgar Crespo, promovem o Espiritismo por aqui há meia década. Recentemente publicaram a tradução para o inglês da clássica obra de Amália Domingo Soler, - Memórias do Padre Germano (Memoirs of Father Germain), a qual se encontra à venda na internet. A tradução foi feita por Edgar Crespo e a revisão por Yvonne Limoges. Uma característica interessante nas atividades deste grupo espírita, é que a sua reunião mediúnica é aberta à participação pública. Em visita recente que fiz a este grupo, em companhia da minha esposa, pudemos testemunhar a seriedade e sentir o clima de vibraçoes harmoniosas que reinan no ambiente dessas reuniões, as quais propiciam uma grande oportunidade de aprendizado para os presentes, no que diz respeito especificamente à sagrada prática da mediunidade.


EC: Fale um pouco mais da tradução dos livros para a língua inglesa.
Antônio: Esta é uma tarefa de grande importância para que o Espiritismo venha se tornar mais conhecido num futuro próximo. E na atualidade, sem nenhuma sombra de dúvidas, o inglês é a língua de caráter universal capaz de fazer uma idéia ser disseminada mais rapidamente pelo mundo afora. Para enfatizar a importância dessa iniciativa, mencionamos aqui o parágrafo final da mensagem do próprio Kardec (espírito), intitulada O Espiritismo e o Espiritualismo, a qual foi psicografada em 14 de setembro de 1869, na casa da senhora Anna Blackwell, tradutora de algumas das obras básicas para o inglês, em presença do senhor Peebles, um dos pioneiros do movimento do Moderno Espiritualismo aqui nos Estados Unidos da América. Disse o codificador: "Traduzí as minhas obras! Só se conhecem na América os argumentos contra a reencaranção. Quando as demonstrações em favor dêsse princípio ali se tornarem populares, o Espiritismo e o Espiritualismo não tardarão a se confundir e se tornarão, por sua fusão, na Filosofia natural adotado por todos." *


(Foto 2: Janet Duncan, tradutora de "O Evangelho Segundo o Espiritismo em Miami, ano 2000, à direita de Antônio)

Pelas dificuldades que envolve a tarefa, até que não temos o direito de nos lamentar, pois muita coisa já aconteceu até aqui neste particular, e a tendência é o crescimento. No tocante as obras básicas, tivemos o trabalho pioneiro nas traduções de Anna Blackwell [O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns e o Céu e o Inferno]; Emma A. Wood [O Livro dos Médiuns]; W. J. Colville [A Genese]; e Janet A. Duncan [O Evangelho Segundo o Espiritismo]. Assim, temos todas as obras básicas já traduzidas para o inglês e inteiramente disponíveis na internet. Além das obras básicas, temos também várias obras de autores espíritas clássicos que foram vertidas para o inglês e encontram-se inteiramente disponíveis na internet. A propósito, citaremos algumas aqui. De LÉON DENIS temos, Life and Destiny [O Problema do Ser do Destino e da Dor], traduzida pela famosa autora e poetisa espiritualista Ella Wheeler Wilcox; Here and Hereafter [Depois da Morte], tradução de George G. Fleurot; The Mystery of Joan of Arc [Joana D'Arc], traduzida pelo famosíssimo escritor Arthur Conan Doyle, que foi também um dos maiores propagadores do movimento do Moderno Espiritualismo e escrveu vários livros nesta área, e dentre eles citamos aqui a importante obra The History of Spiritualism, traduzida para o portugês por Júlio Abreu Filho, com prefácio de J. Herculano Pires, com o título de História do Espiritismo; Christianity and Spiritualism [Cristianismo e Espiritismo], tradução de Helen Draper Speakman. Muitas das obras de CAMILLE FLAMMARION, GABRIEL DELANNE e outros autores clássicos espíritas foram também traduzidas para o inglês, como é o caso da importante obra em três volumes, Death and Its Mysteries [A Morte e seus Mistérios] e Evidence for a Future Life [A Alma é Imortal], respectivamente, as quais encontram-se em edições novas e revisadas, inteiramente disponíveis no website do SGNY. As obras de Léon Denis acima mencionadas, também estão inteiramente disponíveis na página do SGNY bem como na do GEAE, além de muitas outras obras. Ao lado das obras clássicas de autores espíritas, como as mencionadas acima, temos também uma vasta literatura espiritualista e aquela mais voltada para o campo da Psychical Research [Pesquisa Psíquica], as quais foram originariamente, em sua grande maioria, publicadas no idioma inglês. O conteúdo dessas obras, em geral, está em perfeita sintonia com os ensinos espíritas, discrepando muito pouco ou quase nada com a essência dos princípios da codificação. A prova disto é que muitas delas foram traduzidas para o português e são tidas como obras genuinamente espíritas. Mencionaremos algumas a seguir. Researches in the Phenomena of Spiritualism [Fatos Espíritas] de autoria de Sir William Crookes, publicaão FEB, tradução de Oscar D'Argonnel; Spirit Teachings [Ensinos Espiritualistas] autoria de William Stainton Moses, publicação FEB, tradução de Oscar D'Argonnel; The Scientific Basis of Spiritualism [Bases Científicas do Espiritismo] autoria de Epes Sargent, publicação FEB, tradução de Francisco Raimundo Ewerton Quadros; The Debatable Land Between this World and the Next [Região em Litígio Entre este Mundo e o Outro] de autoria de Robert Dale Owen, publicação FEB, tradução de Francisco Raimundo Ewerton Quadros; The Life Beyond the Veil [A Vida Além do Véu] de autoria do Rev. G. Vale Owen, publicação FEB, tradução de Carlos Imbassahy; Raymond or Life and Death [Raymond, Uma Prova da Sobrevivência da Alma] de autoria do grande escritor, cientista e espiritualista britânico Sir Oliver Lodge, Edição Edigraf, tradução do imortal Monteiro Lobato; Why Do I Believe in Personal Immortality [Por Que Creio na Imortalidade da Alma] do mesmo autor acima, Sir Oliver Lodge, Edições FEESP, tradução de Francisco Klors Werneck.

A lista é grande e não quero abusar do precioso espaço gentilmente nos cedido, mas gostaria de finalizá-la, mencionando uma das obras espiritualistas mais iinteressantes que li ao longo dos anos. Trata-se do precioso opúsculo The Scientific Aspect of the Supernatural [O Aspecto Científico do Sobrenatural] de autoria do extraordinário Alfred Russel Wallace, célebre escritor espiritualista, um entre os grandes cientistas que habitaram este orbe e co-autor da Teoria da Evolução das Espécies, com Charles Darwin. A tradução para o português que está um primor, foi publicada recentemente pela Publicações Lachâtre. Outro aspecto também digno de nota nesta área de divulgação do Espiritismo para o público de língua inglesa, é que além das traduções de livros propriamente espíritas, há também outros originariamente escritos em inglês, por diversos autores, os quais de alguma forma introduzem o espiritismo para este público. Gostaria de mencionar alguns aqui como exemplificação do afirmado. The Indefinite Boundary e The Flying Cow - Research into Paranormal Phenomena in the World's most Psychic Country, ambos de autoria do escritor e jornalista Guy Lyon Playfair. Ambos os livros foram muito bem escritos e introduz o espiritismo de forma muito bem apropriada e séria. O segundo deles, em seu Capítulo 7 [The Little Red Fish], fala sobre Francisco Candido Xavier, discorrendo amplamente sobre a série de obras da coleção André Luiz e traz um apêndice sobre a Teoria Corpuscular do Espírito, de Hernani Guimarães Andrade; Spiritis and Scientists - Ideology, Spiritism and Brazilian Culture, resultado das pesquisas para a tese de doutorado do professor David J. Hess, junto ao Departamento de Antropologia da Cornell University, publicado em 1991.


Dando continuidade ao trabalho dos pioneiros tradutores, mais recentemente temos o excelente trabalho da Allan Kardec Educational Society com as traduções novas de duas das obras básicas [O Livro dos Espíritos e O Evangelho Segundo o Espiritismo] e mais ainda as obras introdutórias de Kardec [O Espiritismo em sua Expressão mais Simples e O Que é o Espiritismo], ambas compiladas num único volume cujo título em inglês é Introduction to the Spiritist Philosophy. Além dessas obras, a AKES também já traduziu três das obras da coleção André Luiz [Nosso Lar; E a Vida Continua; e Os Mensageiros], e tem um projeto permanente de ação em que novas obras serão traduzidas. O Spiritist Group of New York, sob a coordenação de Jussara Korngold, também tem feito um trabalho profícuo nesta área de traduções de livros espíritas. Além das novas traduções de duas das obras básicas [A Gênese e O Céu e o Inferno], traduziu ainda obras espíritas importantes como Nos Domínios da Mediunidade [In the Domain of Mediumship], Desobsessão [Disobsession], Pão Nosso [Our Daily Bread], todas psicografadas por Francisco Cândido Xavier; Obsessão, O Passe, A Doutrinação [Obsession, Passes, Counseling] de autoria do saudoso J. Herculano Pires, entre outras. Ainda mais recentemente, ganhamos também um outro grande aliado nesta nobre tarefa de traduções de livros espíritas, a Federação Espírita Brasileira. As recentes traduções das duas obras básicas, O Livro dos Espíritos, e O Evangelho Segundo o Espiritismo, e ainda o primeiro livro da série da coleção André Luiz - Nosso Lar, nos deixa a certeza de que isto é apenas um começo, e que a FEB, com a sua experiência aliada a sua forte estrutura, será um componente importantíssimo nesta área, e o espiritismo irá gradativamente ganhando espaço nos corações e nas mentes das pessoas, em todos os quadrantes do nosso Planeta Terra. Assim, para resumir esta resposta, muito embora saibamos que ainda há muito para se fazer nesta área, eu diria que o que já foi feito até aqui está de bom tamanho. Sabemos que a marcha do espiritismo na conquista das mentes e dos corações do nossos irmãos que ainda não tiveram o privilégio de o conhecer, tem mesmo que ser lenta e gradual, pois ninguém está numa corrida a cata de prosélitos e o livre-arbítrio tem que ser respeitado.


EC: Vocês têm escrito livros espíritas em inglês? Que títulos foram lançados até o momento?
Antônio: Eu particularmente não me vejo em condições de escrever um livro espírita nem mesmo em português, muito menos em inglês. Não, isto não está nos meus planos para esta encarnação. Tenho escrito alguns pequenos artigos e textos que são veiculados em algumas páginas na internet, em especial no GEAE, os quais faço com a ajuda do meu filho que é fluente no idioma inglês. De que tenho notícias, a Jussara Korngold escreveu um, Practical Guide for Magnetic and Spiriutal Healing, o qual se acha disponível inteiramente no website do SGNY. Se não me falha a memória ela estaria escrevendo um segundo, do qual não tenho maiores informações. Está aí uma boa dica para mais uma entrevista, ela terá muito o que falar sobre suas experiências com a disseminação do espiritismo em língua inglesa, tanto aqui nos Estados Unidos, bem como na Inglaterra, onde também viveu por vários anos.

5 comentários:

Anônimo disse...

É de significativa importância a divulgação do Espiritismo nos EUA e no mundo em geral, tarefa que terminou nas mãos do Brasil, desde que algum tempo depois da partida de Kardec a Doutrina praticamente desapareceu em todos os continentes, exceto no Brasil, onde a semente germinou, nasceu, cresceu e frutifica continuamente.

Há, no entanto, um fator preocupante. É que há informes de que as casas espíritas nos EUA façam discriminação de Orientação Sexual, não permitindo que homossexuais apliquem passem ou desenvolvam a mediunidade.

Maravilhoso que possamos exportar a idéia espírita, mas esse desvio já observado em casas espíritas do Brasil carece é de ser derrubado aqui e em qualquer parte.

Somos todos filhos do mesmo Pai. Somos todos irmãos.

Paz e Luz,
Edson Nunes
Comunidade Gay Espirita (No Orkut e no Yahoogrupos Brasil).

Espiritismo Brasil disse...

Meu amigo
É com grata satisfação que encontro essa matéria em seu blog em um momento em que decidimos auxiliar a divulgação do espiritismo em outros idiomas e conversar com internautas a fim de esclarecer sobre a evolução e a fraternidade universal.

Postei um link para sua postagem em nosso site: http://espiritismo-br.blogspot.com/2009/03/espiritismo-internacional.html

Jáder Sampaio disse...

Amigo,

Esta matéria faz parte de uma série de três no Espiritismo Comentado que tratam do Espiritismo nos Estados Unidos, graças à gentileza do Antônio Leite.

Se tiver dificuldades em localizar as outras, envie-me um e-mail e lhe responderei com os endereços.

Obrigado pelo link. Já visitei seu site, tenho que estudá-lo com calma.

Um abraço

Jáder Sampaio

Letícia disse...

Gostei muito de saber sobre o movimento espírita nos EUA. Estou mudando para o Colorado na cidade de Golden, e gostaria de saber se o senhor tem alguma informação sobre centros espíritas nesta cidade ou nos arredores.
Obrigada,
Letícia

Jáder Sampaio disse...

Letícia,

Infelizmente não. Espero que os leitores possam ajudá-la e que quando você tiver contato com algum grupo interessante, escreva para nós.

Um abraço

Jáder