1.9.07

Revista Espírita


O Conselho Espírita Internacional tem publicado a Revista Espírita, criada originalmente por Kardec para divulgação do Espiritismo e que teve o nome obtido na justiça francesa após ter sido abandonado por Renaïtre 2000 por membros do movimento francês que desejavam uma maior interlocução com a Comunidade Acadêmica.

O Conselho Espírita Internacional resolveu publicá-la em espanhol, língua que tem um grande número de adeptos e simpatizantes do Espiritismo espalhados pelo mundo mas com pouca literatura disponível.

O número 13 apresenta, entre outras matérias, uma entrevista com Décio Iandoli Jr., professor titular da cátedra de Fisiologia da Universidade Santa Cecília. Uma das idéias que ele desenvolve em seu trabalho é a de que "por crer-se capaz de curar, ainda que inconscientemente, o médico acaba assumindo uma posição de superioridade com relação ao paciente, alimenta um sentimento de onipotência que se transmite de geração em geração nas escolas médicas. ... O médico que se despoja do peso da onipotência de portador do dom de curar, tira dos ombros um fardo que nunca foi capaz de carregar: a responsabilidade pelo outro. Ele se converte em irmão, companheiro, que auxilia, orienta e conforta."

Richard Simonetti discute a posição de Jesus frente à humanidade e se mostra contrário à idéia de evolução em "linha reta", que se entendida como uma evolução sem erros, situaria este espírito em uma posição semelhante às dos anjos católicos.

Ainda neste número, resgata-se uma evocação de Kardec a um chefe taitiano, já desencarnado, que foi condecorado pelo governo francês. Apesar de médium intuitivo, ele redigiu corretamente dados que desconhecia, como o agraciamento deste chefe com a comenda da Legião de Honra.

Enrique Baldovino escreveu um trabalho sobre a tradução de "Telêmaco", escrito por Fénelon, pelo professor Rivail para o francês, seu significado e implicações futuras para a codificação.

Com desenhos cuidadosos e coloridos, a revista apresenta trechos do livro "Pai Nosso", de Meimei, psicografado por Chico Xavier e publicado no Paraguai com o título "Padre Nuestro".

Uma narrativa de pressentimentos de morte, explicada pelos espíritos a Amália Domingo Soler, um trabalho de Grisot sobre a inteligência animal e uma breve dissertação sobre como o Espiritismo pode melhorar a vida das pessoas, escrita por Divaldo Franco, concluem este número.

A assinatura anual da Revista pode ser feita por módicos 20 reais nas terras brasileiras. Maiores informações podem ser obtidas no link inserido no título desta postagem.



Nenhum comentário: