6.6.09

FESTA JUNINA DA AECX: AJUDE A ORGANIZAÇÃO


Estamos atrasados com a organização da Festa Junina de 2009, por diversos problemas pessoais que afetaram a comissão organizadora, mas ainda está em tempo de fazermos um "festão".

Este ano, a festa acontecerá no dia 04 de julho, na nossa parceira, a Escola Estadual Maestro Villa Lobos, na Rua Ouro Preto.

O que você pode fazer?

- Doe prendas para a festa. Como são montadas barraquinhas para a diversão das crianças (mesmo as crianças grandes participam), as prendas são a recompensa que elas buscam nas brincadeiras. Pense: que tipo de brinquedinho, utensílio ou brinde uma criança gostaria de ganhar? Não precisa ser caro, precisa ser legal. Evite a tentação de fazer uma limpeza de armário, a prenda tem que ser recompensadora.

- Doe recursos para a festa. Você quer fazer mais? Ótimo, estamos pedindo socorro! Normalmente os grupos da casa se organizam e doam o material que será utilizado para preparar o que será vendido para se comer na festa. Seu grupo pode contribuir com recursos financeiros, se julgar mais cômodo, ou participar mais diretamente, responsabilizando-se pelo material de alguma das barracas da festa. A cozinha serve caldo de feijão e caldo de mandioca. Já temos os fornecedores dos espetinhos e do refrigerante (não servimos bebida alcóolica), mas eles têm que ser pagos. Há um grupo que já assumiu a barraca de doces. Entre em contato com a secretaria da Associação Espírita Célia Xavier e veja como pode contribuir. 031-3334-5787 (Altair)

- Não pode fazer nada disso? Ajude a vender os ingressos. A festa é um dos poucos momentos em que conseguimos reunir os membros e suas famílias da Associação Espírita Célia Xavier. Ela não é apenas uma fonte de recursos financeiros, mas um momento especial. Incentive as pessoas do seu grupo desde já a reservarem espaço em suas agendas para estar presentes. Se elas não podem ir e querem ajudar, melhor participar da doação de recursos para a festa.

- Todas as pessoas da casa já compraram ingresso? Leve um vizinho, parente ou amigo legal. Leve pessoas que gostem deste tipo de festa, que estejam dispostas a passar uma tarde-noite agradável, que gostem de interagir e respeitem nossos princípios. Não se trata de vender muitos ingressos, mas de reunir pessoas interessantes, dispostas a entrar no espírito da festa.

- Ajudou a vender os ingressos? Ajude a montar e desmontar a festa na escola. No sábado pela manhã precisamos de pessoas para organizar, limpar e ajudar a montar a festa. No domingo de manhã ainda é mais crítico, porque depois da festa ninguém quer acordar cedo para ajudar a arrumar todo o reboliço de mais de mil pessoas. Sei que este pedido vai contra o impulso de dormir e acordar tarde no domingo, mas, força! Você consegue!

- Você vai? Interaja. Os ingressos devem significar presença, mesmo que o participante não queira consumir na festa. Iremos nos rever, conversar, dançar quadrilha, fazer as famílias estarem juntas. Apresente as pessoas que não se conhecem, abrace as que não vê há muito tempo, cumprimente a todos, passeie pela festa e curta o momento. Um conselho, se você não sabe dançar, sacuda o esqueleto. São tantos não dançarinos que ninguém vai ficar reparando (se ficarem, convide para sacudir o esqueleto com você).

- Você está na festa? Ajude a organização. Adquira as fichas na fila com paciência, leve dinheiro trocado, jogue os papéis, copos, e todo o lixo nas latas de lixo e lugares reservados para tal, ajude a olhar as crianças dos amigos. Lembre-se: 99% dos trabalhadores da festa são voluntários.

- Você está na festa? Curta! Jamais discuta com alguém por um "dá cá aquela palha", evite a ansiedade na hora de comprar e de participar das barraquinhas e atividades de diversão da festa. Relaxe! Aproveite o momento! Finja que é roça! Deixe os condicionamentos do trabalho e da vida corrida de capital para outro momento...

A Carol já está ajudando a organizar (clique no desenho e veja os detalhes). E você?

Nenhum comentário: